0

Claudia Leitte nega atuação irregular de sua empresa para captar recursos

3 ago 2013
11h04
atualizado às 11h11
  • separator
  • 0
  • comentários

De acordo com a coluna de Leo Dias, do jornal O Dia, a assessoria de Claudia Leitte negou as acusações feitas pela empresária Sueli Dias, dona da TeleEventos, que denunciou a existência de um esquema para que a cantora receba do Governo Federal a autorização para captação de verbas através da Lei Rouanet.

<p>Claudia Leitte grava seu novo DVD neste sábado (3)</p>
Claudia Leitte grava seu novo DVD neste sábado (3)
Foto: Caio Duran / AgNews

Em nota, a assessoria disse que o "setor jurídico da 2T’s Entretenimento, que gerencia os negócios que envolvem os produtos e carreira da cantora Claudia Leitte, esclarece que as empresas do grupo estão em atividade regular atendendo e cumprindo toda a legislação brasileira. Cada empresa possui uma atuação específica, sendo uma delas responsável pela captação da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), que tem como objetivo fortalecer iniciativas culturais. A captação se refere a 12 shows da artista, que serão realizados ao longo de 2013 e seguem todos os trâmites legais. Vale ressaltar que todas as empresas do grupo estão respaldadas legalmente e toda e qualquer informação contrária é improcedente".

A cantora grava neste sábado (3), o seu terceiro DVD em Recife, na Arena Pernambuco e, por trás da superprodução, está uma série de credores que reclamam de falta de pagamento de serviços prestados para as empresas da cantora.

Sueli Dias fez uma consulta e descobriu que Claudia Leitte tem oito empresas com diferentes CNPJs, algumas delas abertas junto com a mãe. Quase todas tem dívidas e, portanto, estão com nome sujo. A única empresa com nome limpo era a 2Ts Entretenimento, que obteve autorização do Ministério da Cultura no início de 2013 para captar R$ 5,8 milhões pela Lei Rouanet. O Governo só permite que empresas com nome limpo possam captar recursos na área cultural. Sueli disse também que aguarda o pagamento de uma dívida de R$ 120 mil. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade