PUBLICIDADE

Atriz rejeitada na Globo vive da militância: “Não poderiam ter feito isso comigo” 

Afastada das novelas do canal há 23 anos, Lucélia Santos explica como não caiu em depressão após ser ‘cancelada’ por conta da ação política

21 jun 2024 - 14h20
(atualizado às 14h22)
Compartilhar
Exibir comentários

Nesta sexta-feira (21), às 21h, Lucélia Santos encena o espetáculo ‘Vozes da Floresta – Chico Mendes Vive’ no Teatro Oficina, em São Paulo. O texto é baseado em sua vivência com o líder seringueiro – e inimigo de ruralistas – assassinado em 1988 por defender a preservação da floresta amazônica. O roteiro inclui áudios gravados pela atriz com o próprio Chico Mendes. O ator Francisco Carvalho faz participação especial na peça. 

No auge da carreira, quando protagonizava ‘Sinhá Moça’ na Globo, a atriz marcava presença em manifestações em prol do meio ambiente no Acre e atos pela reforma agrária realizados pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra) em fazendas improdutivas. 

Atualmente, Lucélia Santos, de 67 anos, se dedica mais à militância política do que à carreira artística. Não por escolha. Faltam convites para a TV. A última personagem fixa na Globo foi a médica Jackeline de ‘Malhação’, em 2001. 

Em entrevista a Hildegard Angel na TV 247, a artista celebrizada por protagonizar ‘Escrava Isaura’ acredita ter sido prejudicada pela “ação política forte”. “Eu fiz enorme sucesso como atriz na televisão, no teatro, no cinema. Sempre consegui fazer com que as coisas conviverem. Não há problema em ser militante e ter opiniões. O problema é quando o outro lado é muito conservador e começa a fazer uma série de bloqueios.” 

Ela admite que pode ter desagradado à cúpula da Globo. “O que me prejudicou talvez tenha sido a radicalidade. Eu sou desta turma”, afirma. “Não poderiam ter feito isso comigo, me deixar sem ter contato com a população diretamente (por meio da TV).” 

Lucélia considera errado ser punida pelo ruidoso ativismo por causas sociais. “Acho uma sacanagem confundirem tudo e colocar a pessoa congelada, cancelada.” A atriz de ‘Guerra dos Sexos’ e ‘Vereda Tropical’ disse ter sido alvo de fofocas no canal da família Marinho. “A maioria das pessoas que falam mal de mim, nem trabalharam comigo.”

Lucélia Santos no espetáculo 'Vozes da Floresta - Chico Mendes Vive': ativismo político desagradou a poderosos da TV
Lucélia Santos no espetáculo 'Vozes da Floresta - Chico Mendes Vive': ativismo político desagradou a poderosos da TV
Foto: Christyann Ritse/Reprodução

Como hoje a Globo abraçou a pauta ambiental e se mostra simpática aos movimentos sociais, Lucélia gostaria de ser chamada pela emissora. “Deviam me convidar para falar (a respeito).” Sua última aparição no canal aconteceu há 10 anos, quando competiu na ‘Dança dos Famosos’ do ‘Domingão do Faustão’. 

Sua última novela foi ‘Na Corda Bamba’, na TVI, em Portugal, em 2019. Ela e Edwin Luisi – que formaram par romântico em ‘Escrava Isaura’, maior sucesso da Globo no exterior – foram convidados pelo canal luso justamente para reviver a parceria da trama abolicionista de 1976. 

Após não conseguir se eleger deputada federal pelo PSB nas eleições de 2022, Lucélia Santos continua a viver do teatro engajado e de eventos socioambientais em que dá palestra. A atriz confessou não ter caído em depressão pela falta de trabalho na televisão graças à prática do budismo e da meditação.

A atriz atualmente (no destaque, em cores) e em alguns dos papéis em novelas da Globo
A atriz atualmente (no destaque, em cores) e em alguns dos papéis em novelas da Globo
Foto: Reprodução
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade