PUBLICIDADE

"Desastroso e decepcionante": Isso era o que a Disney previa para um de seus filmes mais históricos (e não poderia ter errado mais)

A Walt Disney Company não imaginava que este filme faria tanto sucesso. Para a empresa, o risco era muito alto e a animação seria "inassistível".

28 nov 2023 - 23h10
Compartilhar
Exibir comentários

Até 1995, a Disney era conhecida por seu estilo de design bidimensional com filmes como Branca de Neve e os Sete Anões, Cinderela e A Bela e a Fera. No entanto, o mundo da animação mudou em meados da década de 1990 com um filme feito inteiramente por computador. Graças à sua história original, esse filme dirigido por John Lasseter ganhou vários prêmios e indicações, embora a companhia o tenha considerado um "desastre".

Foto: Disney / Pixar / Adoro Cinema

Trata-se de Toy Story - Um Mundo de Aventuras, o filme de animação que entrou para a história por ser o primeiro feito exclusivamente com efeitos digitais. O elenco principal de Toy Story era composto por Tom Hanks e Tim Allen, que emprestaram suas vozes em inglês para os personagens Woody e Buzz Lightyear.

O sucesso foi tão grande que Toy Story arrecadou incríveis 394 milhões de dólares em todo o mundo, embora a Disney nem sempre acreditasse que o projeto se tornaria uma das franquias mais famosas da empresa.

Foto: Adoro Cinema

Foi em 1993 que a Pixar apresentou pela primeira vez a versão preliminar de Toy Story. Embora hoje pareça bastante óbvio que qualquer filme da Pixar lotará as salas de cinema, a Disney achava que Toy Story seria "inassistível, desastroso e decepcionante".

Embora não se saiba como era a primeira versão de Toy Story, a empresa mudou de ideia e apostou no projeto, dando-lhe um orçamento de 30 milhões de dólares para três…

Leia o artigo em AdoroCinema

Esta é a melhor franquia da história provavelmente é sua preferida da infância - dois filmes têm pontuação perfeita!

Esta cena de Toy Story 2 quebrou a regra mais importante dos brinquedos e você não percebeu

Inteligência artificial imagina Woody em carne e osso e fica a pergunta: Precisamos de uma versão live-action de Toy Story?

Adoro Cinema
Compartilhar
Publicidade
Publicidade