PUBLICIDADE

Attack on Titan e outros 15 animes famosos que foram proibidos em vários países

Seja pela sua violência explícita ou porque incentivam jogos de azar, estas séries de animação japonesas não foram transmitidas em alguns países que optaram por censurá-las.

31 dez 2023 - 15h03
(atualizado em 4/1/2024 às 09h56)
Compartilhar
Exibir comentários

Na verdade, muitos animes, alguns bem conhecidos por milhões de pessoas, foram proibidos em países com controles morais mais rigorosos. A violência explícita, o incentivo ao jogo ou a má representação de Deus são apenas algumas das razões pelas quais se decidiu impedir a transmissão destes animes na televisão.

Foto: Arms Corporation / Adoro Cinema

Deixamos abaixo a lista dos 16 animes que foram banidos em diversos países:

Elfen Lied

Foto: Adoro Cinema

Banido em: China e Rússia

Elfen Lied é considerado um dos animes mais violentos de todos os tempos e, por sua vez, mais aclamado pelos fãs. A história gira em torno de Lucy, uma garota que foge de um centro de pesquisa após assassinar vários guardas usando o que poderia ser classificado como poderes sobrenaturais.

Devido à sua extrema violência, nudez e cenas sangrentas, Elfen Lied foi banido pela Rússia em alguns sites de streaming. Em 2015, a anime teve o mesmo problema na China.

 

Record of Ragnarok

Foto: Adoro Cinema

Banido em: Índia

Record of Ragnarok estreou na Netflix em 17 de junho de 2021 e trata principalmente de uma luta acirrada entre humanos e deuses, onde os primeiros ganham o poder de continuar vivendo por mais alguns anos ou serão exterminados.

 

Mas o anime não foi proibido na Índia pela sua violência, mas sim pela representaçã…

Leia o artigo em AdoroCinema

Lisa Simpson vira serial killer em especial de Os Simpsons inspirado em Death Note

Imperdível no streaming: Por que todo mundo adora essa série, que é uma das mais elogiadas de todos os tempos?

Goku encontra Pikachu nesse crossover épico de Dragon Ball e Pokémon

Adoro Cinema
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade