PUBLICIDADE

Aos 82 anos, morre Ryan O'Neal, ator de 'Love Story' e 'Barry Lyndon'

O'Neal estrelou o clássico filme romântico de 1970 ao lado de Ali MacGraw

8 dez 2023 - 19h41
(atualizado às 22h48)
Compartilhar
Exibir comentários
Ryan O'Neal
Ryan O'Neal
Foto: Reuters

Ryan O'Neal, o ator de importantes produções do cinema como Love Story, morreu aos 82 anos, informou seu filho, Patrick O'Neal, em um post no Instagram, nesta sexta-feira, 8.

"Meu pai faleceu pacificamente hoje, com sua equipe amorosa ao seu lado, apoiando-o e amando-o como ele nos amaria", escreveu Patrick na rede social.

Nos comentários da publicação, os fãs lamentaram a morte do ator. “Sentimos muito por sua perda. Seremos fãs do seu pai para sempre”, escreveu uma internauta. “Amo todos os filmes dele. Que triste!”, comentou outra. 

Relembre a carreira do ator

Charles Patrick Ryan O'Neal nasceu em Los Angeles em 20 de abril de 1941, filho mais velho de Charles O'Neal, roteirista, e Patricia Callaghan O'Neal, atriz. Aos 29 anos, Ryan se tornou um rosto conhecido nas telas por conta de Love Story - Uma história de Amor, que foi o maior sucesso de bilheteria dos anos 70. Porém, ele chegou a estrelar outros filmes. 

Os mais conhecidos são Essa Pequena é uma Parada (What’s Up, Doc), de 1972, que estrelou com Barbra Streisand, Lua de Papel (Paper Moon), de 1973, O Céu se Enganou (Chances Are), de 1989, entre outros. 

Depois do cinema, a maior parte do trabalho posterior de O'Neal foi na televisão, como na série Bones. Em seu último trabalho conhecido, ele e sua filha estrelaram um reality show, Ryan and Tatum: The O'Neals, no canal a cabo de Oprah Winfrey, OWN.

O ator também era conhecido por polêmicas. Entre elas, seu envolvimento em um acidente de barco que matou seu amigo, Giancarlo Coppola, filho do diretor Francis Ford Coppola. Ele chegou a ser condenado por direção negligente de um barco, mas foi absolvido de homicídio culposo. 

O’Neal também era bastante conhecido por seu temperamento. De acordo com o The New York Times, quando ele tinha 18 anos, passou 51 dias na prisão por brigar em uma festa de Ano Novo e também foi acusado de agredir seu filho Griffin em 2007.

Um ano depois, ele e Redmond O'Neal, seu filho com a atriz Farrah Fawcett, foram presos sob acusação de drogas. Ele se declarou culpado e foi obrigado a receber aconselhamento, enquanto Redmond entrou em reabilitação, mas continuou a lutar contra o vício.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade