PUBLICIDADE

Danuza Leão: Conheça 12 frases sem filtro ditas pela colunista

A ex-modelo que morreu aos 88 anos gostava de dizer o que pensava, sem travas

23 jun 2022 09h14
ver comentários
Publicidade

Como colunista, Danuza Leão, que morreu na noite de quarta-feira, 22, aos 88 anos, criou um estilo ferino na escrita, destacando-se como se espera de tal função. Também era original em frases ditas em entrevistas: gostava de dizer o que pensava, sem travas.

Sua vivência como modelo e promoter de festas lhe garantiu o assumido papel de consciência crítica das classes média e alta do País. Suas dicas de etiqueta foram reunidas no livro Na Sala com Danuza, publicado em 1992 e que chegou a vender 300 mil exemplares. Em 2003, atualizou a obra e lançou Na Sala com Danuza 2, adicionando novas frases impagáveis, por vezes provocantes e polêmicas.

Veja uma lista de comentários escritos e ditos por Danuza Leão

"Se tivesse feito tudo o que fiz, mas me chamasse Maria de Lurdes, não seria a mesma coisa. Esse nome diferente ajuda. Mas será que foi só sorte? Podia ter casado com um corretor da Bolsa. Se casei com quem casei e fiz o que fiz, foi por opção."

"Não tenho assunto com crianças. Quando crescem, vai dando para conversar de igual para igual. Não é o sangue que me aproxima das pessoas, mas o temperamento, as conversas"

"Não acho que as denúncias de assédio possam gerar uma caça às bruxas, porque são uma coisa ridícula, para começo de história. É doloroso saber que uma mulher pode fazer uma acusação e tirar o emprego de um homem. É algo pecaminoso. Mas isso é coisa de americano. Lá eles não têm noção de sexo. É ótimo passar em frente a uma obra e receber um elogio. Sou desse tempo. Acho que toda mulher deveria ser assediada pelo menos três vezes por semana para ser feliz. Viva os homens."

"Demorei a escrever. Mas em um fim de semana decidi que tinha que enfrentar. Foram 15 horas no sábado e 15 horas no domingo. Não queria ser piegas, melodramática. Acho que consegui" (Sobre Quase Tudo.)

"Se a sua babá te convidou para ser madrinha de casamento, nada de ir simplesinha, com medo de chocar. Vá superelegante, foi para isso que ela te chamou. E não se esqueça de mandar de presente o mais caro dos eletrodomésticos. Foi para isso também que ela te convidou."

"Viajar com filhos e netos é maravilhoso. Você vai passando suas experiências, seus conhecimentos, suas lembranças cheias de emoção. E eles nem aí, claro."

"Tenha coragem para passar um rodo na sua vida e tirar dela, definitivamente: os politicamente corretos de carteirinha; e as pessoas que botam camiseta, jeans e sandália e ficam elegantíssimas, enquanto você gasta uma grana preta e se acha sempre um lixo."

"Palitar os dentes. Não devia nem falar, mas vou. Nem pensar, mas nem pensar mesmo. Só escondido, trancado no banheiro, luz apagada."

Estadão
Publicidade
Publicidade