PUBLICIDADE

Eternos terá casal gay e é proibido pelo mundo

Após a polêmica da HQ com Superman bissexual, superprodução da Marvel é barrada em vários países antes da estreia.

5 nov 2021 17h46
| atualizado em 6/11/2021 às 07h00
ver comentários
Publicidade
Baseado em personagens da Marvel Comics, “Eternos” se passa após os eventos de “Vingadores: Endgame”.
Baseado em personagens da Marvel Comics, “Eternos” se passa após os eventos de “Vingadores: Endgame”.
Foto: Marvel Studios / Divulgação

De acordo com a revista “The Hollywood Reporter”, o filme “Eternos” não será lançado na Arábia Saudita, Kuwait e Qatar. O veículo afirma que a Disney recebeu uma lista de edições dos censores nesses países e que o estúdio se recusou a fazer.

“Eternos” está programado para estrear no próximo dia 11.

As edições em questão teriam girado em torno do romance na tela do filme entre Phastos, de Brian Tyree Henry, e Ben, de Haaz Sleiman. Essas relações ainda são ilegais em muitos países do Oriente Médio e projetos foram vetados no passado por apresentarem tramas, personagens e temas LGBTQIA+.

Embora “Eternos” ainda não tenha sido lançado, o elenco e a equipe do filme falaram em várias ocasiões sobre a inclusão de um casal gay no universo cinematográfico da Marvel.

O presidente da Marvel, Kevin Feige, prometeu que, embora “Eternos” apresente seu primeiro super-herói gay, certamente não será o último projeto a fazê-lo. "Já existiram super-heróis gays nos quadrinhos. Já está mais do que na hora (de aparecerem) nos filmes", disse. "É apenas o começo."

Baseado em personagens da Marvel Comics, “Eternos” se passa após os eventos de “Vingadores: Endgame”, de 2019.

No filme, o grupo de alienígenas imortais - que foram criados pelos Celestiais - tenta proteger o mundo de um evento chamado "The Emergence". Neste, a energia liberada pelo uso das Pedras do Infinito tornou o evento possível. Os eternos também lutarão contra os Deviants, que são essencialmente suas contrapartes do mal.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade