0

Decadente e irônico, Jean-Claude Van Damme faz 50 anos

18 out 2010
10h13
atualizado às 11h14

Um ator que tem senso de humor para interpretar ele mesmo como um homem de meia idade, falido e sem mais a saúde para as acrobacias marciais que o fizeram famoso no cinema, merece respeito. Estamos falando do filme JCVD. Iniciais para Jean-Claude Van Damme, ator belga que fez seu nome em Hollywood e completa nesta segunda-feira (18) seus primeiros 50 anos.

Naturalmente, assim como a piada de JCVD, ele não tem mais a flexibilidade e toda aquela energia de quando ele conseguia dar um golpe que atinge a cabeça do adversário durante um giro no ar de 360º e abrir as pernas lateralmente em 180º. No entanto, mais do que nunca, Van Damme continua a ser um grande ícone do cinema de ação e das artes marciais. Confira na aba acima alguns de seus "clássicos" filmes.

Van Damme, que na verdade se chama Jean-Claude Van Vorenberg, é conhecido até hoje como "Os Músculos de Bruxelas" e começou a treinar caratê ainda muito jovem, aos 11 anos. Fez balé durante um tempo e seu bom desempenho com as sapatilhas o forçou a decidir entre o palco e o tatame. Ficou com o segundo e terminou levando ao cinema não apenas sua habilidade marcial, como a coreografia e postura própria de quem já soube fazer um perfeito plié.

Chegou aos Estados Unidos com quase nenhum dinheiro e um currículo ainda minúsculo - havia feito uma participação na produção francesa Rue Barbare (1983) e, quem diria, num filme (Monaco Forever) em que ele era um expert em caratê... gay. Sua estreia no cinema americano aconteceu com Retroceder Nunca, Render-se Jamais (1985). Depois disso, chegou a fazer algumas participações especiais quase "invisíveis" até finalmente conseguir estrelar em um filme escrito por ele mesmo e, desde então, um clássico no gênero artes marciais: O Grande Dragão Branco (1988).

Hoje, Van Damme diminiu o ritmo dos filmes, mas ainda é chamado para títulos de ação. A lembrar que, na gaveta, ele tem o projeto de um quarto Soldado Universal, franquia bem sucedida nas bilheterias. Nada confirmado ainda, mas é bem possível que Luc Deveraux, seu emblemático personagem quase robótico, volte à cena em breve.

Cena de 'O Grande Dragão Branco'
Cena de 'O Grande Dragão Branco'
Foto: Divulgação
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade