PUBLICIDADE

Cannes: mostra Um Certo Olhar entrega seus prêmios

O russo "Unclenching the Fists" levou o prêmio principal; "Noite de Fogo", coprodução entre México e Brasil, levou Menção Especial

16 jul 2021 20h25
| atualizado às 20h30
ver comentários
Publicidade
Premiados da mostra "Un Certo Olhar", segunda competição mais importante de Cannes
Premiados da mostra "Un Certo Olhar", segunda competição mais importante de Cannes
Foto: Divulgação

A mostra Un Certain Regard (Um Certo Olhar) do Festival de Cannes entregou nesta sexta os prêmios para os melhores filmes desta edição do evento, que entrega suas Palmas de Ouro na noite deste sábado.

Pela primeira vez um longa russo foi o vencedor: “Unclenching the Fists” (Abrindo os pulsos, em tradução livre), de Kira Kovalenko. O longa conta a história de Ada, uma jovem mulher que vive em uma pequena cidade no norte da Rússia. Em meio ao cotidiano violento da cidade, ela busca sua própria independência. No Brasil, o filme deve ser lançado pela MUBI, que adquiriu os direitos do filme.

Equipe de "Great Freedom", filme alemão que levou o Prêmio Júri da mostra Um Certo Olhar
Equipe de "Great Freedom", filme alemão que levou o Prêmio Júri da mostra Um Certo Olhar
Foto: Divulgação

Já o Prêmio do Júri foi para o alemão Great Freedom (Grande Liberdade, em tradução livre), de Sebastian Meise. O filme retrata a luta de Han, que, na Alemanha do pós-Guerra, é julgado e preso por ser homossexual. Na prisão, ele se torna amigo de seu companheiro de cela, Viktor, condenado por assassinato.

"Noite de Fogo", de Tatiana Huezo, levou Menção Especial e tem distribuição da Vitrine Filmes no Brasil
"Noite de Fogo", de Tatiana Huezo, levou Menção Especial e tem distribuição da Vitrine Filmes no Brasil
Foto: Divulgação

Já a Menção Especial foi para Noche de Fuego (Noite de Fogo), da salvadorenha radicada no México Tatiana Huezo. Primeiro longa de ficção da diretora, é protagonizado por  Mayra Batalla, Norma Pablo e Olivia Lagunas.  Adaptação livre do romance “Prayers for the Stolen”, da americana Jennifer Clement, o longa conta a história da menina Ana, que vive com sua mãe em uma região montanhosa do México, dominada pelos grandes produtores de papoula e pelo crime organizado.

Em meio ao terror e ao temor de serem sequestradas pelos criminosos, Ana e suas duas amigas de infância crescem e se tornam adolescentes em um ambiente que não lhes oferece muito futuro. Ainda assim, a diretora, que é documentarista experiente, encontra poesia e constrói momentos de ternura e de uma infância feliz.

"Noite de Fogo" é uma coprodução internacional da brasileira Desvia, de Gabriel Mascaro e Rachel Ellis, com a mexicana Pimienta Films.  No Brasil, “Noite de Fogo” tem distribuição da Vitrine Filmes e deve estrear no segundo semestre deste ano ou no primeiro de 2022.

 

"Unclenching the Fists” (Abrindo os pulsos, em tradução livre), de Kira Kovalenko
"Unclenching the Fists” (Abrindo os pulsos, em tradução livre), de Kira Kovalenko
Foto: Divulgação

Confira a lista dos premiados:

RAZZHIMAYA KULAKI (UNCLENCHING THE FISTS)

Kira KOVALENKO

 

Prêmio do Júri

GROSSE FREIHEIT (GREAT FREEDOM)

Sebastian MEISE

Menção Especial

NOCHE DE FUEGO (PRAYERS FOR THE STOLEN)

Tatiana HUEZO

 

Prêmio Melhor Conjunto

BONNE MÈRE (GOOD MOTHER)

Hafsia HERZI

 

Prêmio Coragem

LA CIVIL

Teodora Ana MIHAI

 

Prêmio de Originalidade

LAMB

Valdimar JÓHANNSSON

 

Plano Geral
Publicidade
Publicidade