0

Mark Ruffalo afirma que filme solo do Hulk "nunca acontecerá"

É uma pena.

17 jul 2017
14h05
atualizado às 15h23
  • separator
  • comentários

Entre as muitas (boas) notícias divulgadas durante a D23 - primeiro trailer de Vingadores: Guerra Infinita, os novos vilões do longa foram apresentados -, existe uma má: segundo Mark Ruffalo, um filme-solo de sua versão do Hulk "nunca acontecerá", e a culpa é da Universal.

" Quero deixar uma coisa perfeitamente clara hoje: um filme-solo do Hulk nunca acontecerá. A Universal tem os direitos do personagem e, por alguma razão, eles não conseguem se entender com a Marvel. E eles não querem faturar ", declarou o ator, alfinetando o estúdio.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Vamos recapitular. No início dos anos 2000, quando o Universo Cinematográfico Marvel ainda era um sonho distante, o estúdio decidiu firmar acordo com outras grandes empresas para colocar seus super-heróis nos cinemas. Resultado: a Fox ficou com os X-Men e o Quarteto Fantástico; a Sony ficou com o universo do Homem-Aranha; e a Universal ficou com o Hulk.

De lá para cá, muita coisa aconteceu. O MCU foi estabelecido e a Marvel inaugurou um imenso império cinematográfico utilizando apenas alguns de seus heróis menos conhecidos. Graças à qualidade estratégica de Kevin Feige e sua equipe, personagens como o Homem de Ferro e o Capitão América tornaram-se tão celebrados e queridos quanto o Homem-Aranha ou o Wolverine. Aliás, foi por causa desse sucesso que Feige conseguiu desenhar um acordo com Amy Pascal, ex-diretora da Sony, para incluir Homem-Aranha (Tom Holland) no MCU e garantir um novo filme-solo do personagem.


Eric Bana (2003) e Edward Norton (2008) como Bruce Banner.

Mas realizar um contrato do tipo não parece ser o interesse da Universal, como apontou Ruffalo. Ao que tudo indica, o estúdio está feliz com o personagem onde ele está e, de certa forma, a decisão da produtora é compreensível. Tanto Hulk (dirigido por Ang Lee e estrelado por Eric Bana) quanto O Incrível Hulk, protagonizado por Edward Norton, deram prejuízo aos cofres da Universal. Ainda, o estúdio tem um universo extremamente lucrativo para chamar de seu - a franquia Velozes & Furiosos - e lança constantemente longas de menor porte que surpreendem nas bilheterias, como foi o caso dos recentes Fragmentado e Corra!.

No entanto, apesar de possuir todos estes hits, é difícil compreender os planos do estúdio. Se a Universal realmente for a única culpada pela inexistência de um novo filme-solo do Hulk, não utilizar um ator talentoso, carismático e querido pelo público como Ruffalo é um grande desperdício. Assim que chegou no MCU, o intérprete causou um grande impacto, dando uma nova cara ao Dr. Bruce Banner nos cinemas. Sua performance poderia ser utilizada pela Universal como uma forma de finalmente cumprir o potencial do personagem.

E você, o que acha da decisão da Universal? Com ou sem filme-solo, Mark Ruffalo continua sendo o Bruce Banner do Universo Cinematográfico Marvel. O ator voltará às telonas em um de seus papéis mais famosos no aguardado Thor: Ragnarok (26 de outubro) e, no ano que vem, em Vingadores: Guerra Infinita (26 de abril).

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade