0

Rainha de bateria da Tucuruvi pede momento de reflexão

Bailarina do Programa do Ratinho filosofou: "Às vezes precisamos retroceder para que tudo volte ao lugar"

5 mar 2019
20h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Rebaixada no Carnaval de São Paulo 2019, a Acadêmicos do Tucuruvi terá que repensar sua estratégia para o próximo ano, já que em 2020 o Grupo de Acesso terá 35 títulos, 5 a mais que o Grupo Especial. Apesar do resultado negativo, a Rainha de Bateria, Cíntia Mello, disse que a agremiação lutou.

A Rainha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi, Cíntia Mello
A Rainha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi, Cíntia Mello
Foto: Newton Menezes / FuturaPress

 

“Às vezes precisamos retroceder para que tudo volte ao lugar, parabéns a minha comunidade Acadêmicos do Tucuruvi, nós lutamos, agora é o momento de refletir e arrumar a casa”, publicou bailarina do Programa do Ratinho no Instagram, onde recebeu também o carinho dos fãs.

Com o enredo “Liberdade, o canto retumbante de um povo heroico”, a escola teve apenas 269,2 pontos e foi rebaixada, juntamente com a Vai-Vai. Esta última é a maior campeã do Carnaval paulista, com 15 pontos. A grande campeã foi a Mancha Verde.

Veja também:

Harmonia do Samba traz a Jenifer original para Salvador

 

Fonte: ED
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade