1 evento ao vivo

Fã de Asa reclama de invasão sertaneja: "vim para ver axé"

4 mar 2014
19h50
atualizado às 19h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dia após receber vaias de parte do público que lotava o Camarote do Reino durante a apresentação com a cantora sertaneja Paula Fernandes, o Asa de Águia voltou ao Circuito Dodô nesta terça-feira (4) disposto a agradar seus fãs mais fiéis. Presente nas duas apresentações, a brasiliense Silvia Fernandes, 26 anos, reclamou do grande espaço dado a músicos de outros estilos no Carnaval baiano.

<p>Fã do Asa de Águia, Silvia reclamou do espaço dado a sertanejos em trio</p>
Fã do Asa de Águia, Silvia reclamou do espaço dado a sertanejos em trio
Foto: Marcelo Miranda Becker / Terra

“A maioria das pessoas do bloco vem de longe, Brasília, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro. Eu não vim aqui para a Bahia para ver Paula Fernandes, para ouvir sertanejo. Se eu vim para o bloco do Asa, eu quero ouvir o Asa”, queixou-se a foliona.

Silvia diz ter desembolsado R$ 1.560 para acompanhar o trio do Asa de Águia em três dias, bem como para passar uma noite no camarote da banda. “E justamente na noite que eu fui no Camarote do Reino, fizeram aquela palhaçada. A galera começou a gritar ‘Chiclete’ em protesto”, disse.

“Eu gosto de sertanejo, mas é cada coisa no seu lugar. Que subam num trio próprio, como foi com o Jorge e Matheus. O Asa de Águia é uma banda tradicional, tem a minha idade, eles são gigantes lá em Brasília. Que toquem as suas músicas, aquelas que todo mundo está doido para ouvir”, pedia a foliona.

Ao que tudo indica, as reclamações surtiram efeito e Silvia se mostrava satisfeita com o trio desta noite. “No Instagram da banda, eu reclamei geral, mas fiz questão de dizer que, se hoje eles arregaçassem, eu ia ser a primeira a elogiar. Até agora, está valendo muito”, disse a jovem, que acompanha a banda há pelo menos oito anos. Questionada sobre a música que não pode faltar em um show do Asa, Silvia garantiu: Gladiador.

&amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;quot;http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/&amp;amp;amp;amp;quot; data-cke-928-href=&amp;amp;amp;amp;quot;http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/&amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;gt;

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://diversao.terra.com.br/carnaval/famosas-x-desconhecidas/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://diversao.terra.com.br/carnaval/famosas-x-desconhecidas/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Veja também:

Banda Eva: como manter a tradição e inovar ao mesmo tempo?
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade