PUBLICIDADE

Baile da Tocaia, Bixiga 70 + Zé Bigode Orquestra no RJ

7 set 2023 - 14h26
Compartilhar
Exibir comentários

 Sexta, 08 de setembro, o BIXIGA 70 está de volta ao palco do Circo após 4 anos e traz um compilado dançante com os principais sucessos da carreira, além de novidades do seu quinto álbum, "Vapor", que daqui a pouco vai cair no mundo. Pra completar, a ZÉ BIGODE ORQUESTRA entrega um bailão de respeito com seu groove irresistível que mistura reggae e ritmos jamaicanos pra fazer geral balançando. Vai dar muito bom!

Foto: AUR

Tendo tocado nos cinco continentes e nos principais festivais do Brasil e do Mundo, o Bixiga 70 traz na bagagem um entrosamento afiado e shows absurdamente dançantes que tornaram-se marca registrada do grupo. Seu repertório é uma grande fusão de estilos urbanos que se mesclam na típica antropofagia brasileira. Aliás, essa é uma das últimas chances de conferir seu repertório atual antes da chegada de "Vapor", que será lançado mundialmente em outubro. 

 Sábado, dia 9 de setembro, a Tocaia chega na casa fazendo uma festa cheia de convidades MARAVILHOSESSS. A abertura da noite fica sob o comando classudo de Negadeza. Finge que é fofoca e espalha pra geral! Vem pro Baile da Tocaia no Circo Voador! 

A Tocaia nasceu do encontro de Bela Ciavatta, Mari Jasca, Paloma Ronai e Renata Neves, quatro mulheres de múltiplas linguagens e vivências artísticas que se juntaram e misturam nesse projeto seus diferentes olhares.  Com repertório diverso, a banda passa por clássicos do Forró Pé de Serra, cria releituras de sucessos atuais, como a música "Despechá" da cantora Rosália, e ainda inclui repertório autoral das integrantes do grupo. O jeito alegre e a qualidade musical da Tocaia vem chamando atenção nas redes sociais, onde já somam mais de 4 milhões de visualizações, e arrastando multidões por onde tocam. 

Foto: AUR

Pra completar essa noite feminina, Negadeza começa os trabalhos lindamente. Neta de duas artistas gigantes, Selma do Coco e Aurinha do Coco, sua vó e mãe, respectivamente, é uma dos principais nomes do pandeiro nacional. Neste novo pouso na lona voadora, Nega mostra seu primeiro álbum solo, "Passareio", em que mistura influência regionais de coco, cavalo marinho, samba da latada a sons contemporâneos, eruditos, orgânicos e eletrônicos.

Simbora!

AUR
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade