PUBLICIDADE

Údine é onde se vive melhor na Itália, aponta estudo

Cidade foi seguida por Bolonha e Trento; Foggia ficou em último

4 dez 2023 - 12h07
(atualizado às 12h19)
Compartilhar
Exibir comentários

Údine, na região de Friuli-Venezia Giulia, é a cidade onde melhor se vive na Itália, de acordo com um ranking anual elaborado pelo jornal Il Sole 24 Ore.

O município ficou no topo da lista, que mede a qualidade de vida da população, pela primeira vez nos 34 anos de história do estudo. Além disso, ele figurou entre os 10 primeiros apenas em três ocasiões de 1990 até hoje.

Bolonha, campeã da edição de 2022, ficou na vice-liderança, enquanto Trento completou o pódio. Aosta subiu duas posições e fechou na quarta colocação.

Bergamo, que é a capital cultural da Itália este ano ao lado de Brescia, pulou nove degraus e assumiu o quinto posto, superando Florença, Modena, Milão, Monza-Brianza e Verona.

Enquanto isso, Roma caiu para a 35ª posição da classificação, descendo quatro degraus em comparação com a edição passada do ranking. Já Turim conseguiu subir quatro colocações e ficou em 36º.

Isernia (82º), Fermo (50º) e Macerata (37º) foram os municípios que conseguiram mais posições, com 24, 23 e 22, respectivamente. Por outro lado, as cidades de Siena, Gênova e Grosseto registraram as quedas mais bruscas, com 26, 20 e 17, respectivamente.

As cidades do sul da Itália dominaram a parte inferior do levantamento, com Foggia voltando a ocupar a lanterna depois de 12 anos. Caltanissetta e Nápoles concluíram os três últimos posicionados.

As altas taxas de criminalidade e desemprego estão entre os principais fatores por trás do fraco desempenho das três últimas cidades da tabela. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade