1 evento ao vivo

Quadro de Picasso é vendido em leilão recorde

4 mai 2010
21h47
atualizado em 5/5/2010 às 07h46

Um quadro de Pablo Picasso, Desnudo, Hojas Verdes y Busto (Nu, folhas verdes e busto), de 1932, foi arrematado nesta terça-feira (4) por US$ 106,4 milhões, um recorde para obra de arte, informou a casa de leilões Christie's de Nova York.

O valor supera os US$ 104,1 milhões pagos em 2004 por outro quadro de Picasso, Joven con Pipa, e bate os US$ 104,3 milhões obtidos em fevereiro passado pela escultura O Homem Caminhando (L'homme qui marche), do italiano Alberto Giacometti, que detinha o recorde de preço para obra de arte.

Desnudo, hojas verdes y busto estava avaliado em entre US$ 70 e US$ 90 milhões. Os lances começaram em US$ 58 milhões e em poucos minutos ficou claro o interesse que os potenciais compradores que foram à sala de leilão e que participaram através do telefone tinham pelo quadro.

Especialistas destacam que o recorde se refere a leilões, já que em transações privadas este valor foi superado, a exemplo dos US$ 140 milhões pagos em 2006 por uma obra de Jackson Pollock.

De qualquer forma, o recorde confirma a recuperação da confiança no mercado de artes, após a crise econômica que abalou o planeta.

O Picasso, arrematado por um comprador não identificado, era o principal lote da coleção Frances Lasker Brody, uma filantropa de Los Angeles morta em novembro passado.

A pintura, de 162 centímetros de largura e 130 de altura, tem tons azuis, rosas e verdes vivos e é um retrato de Marie-Thérèse Walter, amante de Picasso no final dos anos 1920 e nos anos 1930. O quadro foi concluído no dia 8 de março de 1932, durante um período muito criativo do pintor.

Com agências internacionais

O quadro 'Desnudo, Hojas Verdes y Busto' bateu recorde em leilão
O quadro 'Desnudo, Hojas Verdes y Busto' bateu recorde em leilão
Foto: Reprodução
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade