PUBLICIDADE

Funk influencia cortes de cabeleireiro especializado em afro

‘Pineapple’, que faz sucesso na cabeça dos garotos do NGKS, é o principal corte de Pepé Barbeiro, salão do Capão Redondo, na zona sul de SP

1 jun 2022 05h00
ver comentários
Publicidade
Antares Barbearia fica na periferia da zona sul de São Paulo
Antares Barbearia fica na periferia da zona sul de São Paulo
Foto: @barbeariaantares/Reprodução

Cortes mandrakes ou chavosos. A criatividade faz a cabeça, literalmente, dos jovens das periferias com cortes diferentões que também são adotados por MCs e grupos de funk. Foi através dessa demanda que o cabeleireiro Peterson Henrique, 33, morador do Capão Redondo, na zona sul de São Paulo, se especializou em cortes de cabelos crespos.

Pepé Barbeiro, como é mais conhecido nas redes sociais e entre os clientes do salão dele, já soma 12 anos de trajetória. Apesar de vir de uma família de barbeiros – profissão também exercida pelo pai e o irmão –, ele não se interessou pelo ramo até uma série de acontecimentos no fim de 2008.

Proprietário da Antares Barbearia
Proprietário da Antares Barbearia
Foto:

“Meu pai sofreu um acidente e eu estava desempregado. Em dezembro, peguei o dinheiro do ‘seguro-desespero’ (sic) e fiz um curso de cabeleireiro”, relembra. “Comecei a trabalhar com meu irmão e, em fevereiro, reabri o salão do meu pai, sem manjar nada. Fiz o primeiro corte lá, o cara nunca mais voltou, ficou horrível.”

Peterson trabalha como cabeleireiro/barbeiro há 12 anos
Peterson trabalha como cabeleireiro/barbeiro há 12 anos
Foto: @petersonhenriquepepe/Reprodução

Entre os clientes no salão do irmão, estavam os garotos do grupo de funk NGKS, também do Capão Redondo, que usam cabelos black ou tingidos de loiro. “Na quebrada faltava um pouco disso do afro. Por meio deles, começaram a vir mais clientes querendo cortes afros, como a molecada que era fã e queria seguir o estilo”, conta.

E foi a influência do NGKS que fez Pepé lançar o principal corte do salão: o Pineapple, um black power espetado que remete a coroa de um abacaxi. “Eles já faziam mais ou menos aquele penteado. Aí fui fazendo umas performances, dando umas melhoradas no próprio penteado que tinha aprendido com eles”.

“O cabelo afro é como fazer desenho numa árvore. Você faz cada cabelo de uma forma diferente, mais arredondado, mais pontudo ou mais quadrado. Você vai aperfeiçoando dependendo do cabelo e da forma da cabeça do cliente também”, completa o especialista.

Corte ‘Pineapple’ foi inspirado nos meninos do grupo de funk NGKS
Corte ‘Pineapple’ foi inspirado nos meninos do grupo de funk NGKS
Foto: @barbeariaantares/Reprodução

Com o sucesso do Pineapple na cabeça da molecada da banda e dos fãs, vieram convites para fazer workshops ensinando as técnicas do corte, entrevistas e até a gravação de um videoclipe no salão montado por Pepé e o irmão Emerson “Ranka” no Capão.

A Antares Barbearia foi inaugurada pela dupla no fim de 2018 e hoje conta com mais três cabeleireiros contratados além deles. Pepé estima que o salão realiza cerca de 400 atendimentos por mês, incluindo cortes femininos e infantis.

“A Antares é o fruto de uma semente que a gente plantou, do conhecimento que buscamos. Ter outras pessoas trabalhando junto e poder empreender junto com meu irmão é algo que agrega demais”, finaliza o barbeiro.

Foto:

SERVIÇO:

Antares Barbearia

Endereço: Rua Henrique Sam Mindlin, 116 - Jardim Soraia
Horário de funcionamento: Seg., 11h às 19h; ter. e qua., 10h às 21h; qui. e sex., 10h às 22h; sáb., 10h às 21h; dom., 10h às 15h
Telefone: (11) 97974-5980
Instagram: @antaresbarbearia / @petersonhenriquepepe

Agência Mural
Publicidade
Publicidade