PUBLICIDADE

Volkswagen T-Cross muda este ano na Europa – e depois no Brasil

Volkswagen divulgou as imagens do novo T-Cross, que chega às lojas na Europa no fim deste ano; por aqui a mudança deve ocorrer só em 2024

5 jul 2023 - 17h50
(atualizado em 14/8/2023 às 14h12)
Compartilhar
Exibir comentários
Volkswagen T-Cross vai mudar na Europa – e depois no Brasil
Volkswagen T-Cross vai mudar na Europa – e depois no Brasil
Foto: VW / Guia do Carro

A Volkswagen divulgou na quarta-feira, 5, as primeiras imagens do reestilizado T-Cross, que, assim, passa por seu primeiro processo de rejuvenescimento. De acordo com a empresa, as encomendas do modelo estão programadas para começar no último trimestre deste ano, com as entregas ocorrendo a partir do início de 2024.

O Volkswagen T-Cross, é, segundo a montadora, um dos modelos da marca mais bem sucedidos em todo o mundo, acumulando cerca de 1,2 milhão de unidades vendidas em quatro anos de existência.

Na dianteira, a novidade que mais salta aos olhos está na parte inferior do para-choque, que conta com mais partes pintadas na cor da carroceria. O conjunto óptico também mudou e os faróis auxiliares agora têm formato vertical. A grade ganhou uma faixa de LED – similar à dos Taos e a grade inferior ficou maior.

Já a traseira não traz grandes mudanças, com as lanternas mantendo o desenho, assim como a régua que ocupa toda a tampa do porta-malas. A novidade é que agora todas as luzes são de LED, têm nova disposição e, como na dianteira, agora há mais partes na cor da carroceria.

Volkswagen T-Cross vai mudar na Europa – e depois no Brasil
Volkswagen T-Cross vai mudar na Europa – e depois no Brasil
Foto: VW / Guia do Carro

Por dentro, a Volkswagen afirma que o T-Cross possui acabamento com novos materiais, mais refinados. O destaque, porém, é a central multimídia, que passa a ter tela flutuante (embora posicionada no mesmo local) de 8” nas versões intermediárias e de 9,2” nas mais sofisticadas.

O quadro de instrumentos é digital em todas as configurações, assim como o ar-condicionado manual. O sistema Climatronic (automático e digital) vai estar disponível como equipamento opcional.

Nos mercados do Velho Continente, o novo VW T-Cross vai ser oferecido com opções de motor 1.0 turbo de três cilindros com 95 cv e câmbio manual de cinco marchas e também de 116 cv, mas acoplado ao câmbio (também manual) de seis marchas. A alternativa automática (opcional) é a caixa robotizada de dupla embreagem com sete marchas.

Já o motor 1.4 TSI deu lugar ao 1.5 TSI que tem os mesmos 150 cv, mas é mais moderno e conta com sistemas como gerenciamento de cilindros e turbocompressor de geometria variável, que reduz o consumo. O único câmbio disponível é o robotizado DSG de sete marchas.

Detalhe: o VW T-Cross não vai contar com versões eletrificadas – elétricas ou híbridas – porque a plataforma modular MQB, sobre a qual o modelo foi projetado, não previa esse tipo de propulsão.

Para o Brasil, estima-se que o reestilizado T-Cross chegue apenas no ano que vem, já como modelo 2025, uma vez que o modelo atual já foi apresentado como linha 2024.

Volkswagen T-Cross vai mudar na Europa – e depois no Brasil
Volkswagen T-Cross vai mudar na Europa – e depois no Brasil
Foto: VW / Guia do Carro
Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Publicidade