PUBLICIDADE

Uber: passageiro que paga no dinheiro terá que tirar selfie para fazer corridas

USelfie visa aumentar a segurança de motoristas da plataforma

23 mai 2022 - 00h11
(atualizado às 08h17)
Ver comentários
Uber permite usuários verem suas avaliações
Uber permite usuários verem suas avaliações
Foto: Uber / Divulgação / Estadão

Nesta segunda-feira, 24, o Uber anunciou que começará a testar um novo recurso de segurança para os motoristas da plataforma. Batizado de USelfie, ele será obrigatório para usuários que não disponibilizaram dados de pagamento digital ou que escolheram o pagamento em dinheiro.

A foto será armazenada nos servidores da companhia para ficar à disposição das autoridades caso necessário. Segundo a companhia, o motorista não terá acesso à imagem - a checagem biométrica também está descartada. Na fase piloto, a foto será solicitada apenas para alguns usuários.

O USelfie será somado à checagem do CPF na base de dados da Serasa Experian e a verificação de RG e CNH, que solicita a alguns usuários que tirem foto dos documentos. Segundo a empresa, esse era um recurso pedido por motoristas.

"Nossa intenção é continuar melhorando em segurança sempre. É um processo sem fim que nós estaremos sempre trabalhando para usar a tecnologia em nosso favor para garantir um uso seguro do aplicativo", afirmou ao Estadão Silvia Penna, diretora geral do Uber.

Outros recursos de segurança

O Uber vem lançando nos últimos meses uma série de novidades para melhorar a segurança de suas viagens, tanto para os motoristas quanto para os usuários.

Nas últimas semanas, foi implementado, ainda em fase teste, a integração do 190 ao aplicativo. Será possível clicar no botão "ligar para a polícia" em casos de emergência. Quando ativado, sua localização e dados serão passados para as autoridades, sem necessidade de comunicação verbal . O piloto está sendo testado inicialmente no Rio de Janeiro, na Baixada Fluminense.

Uma dessas novidades já lançadas é o cartão de oferta para os motoristas poderem saber o destino completo das viagens antes de aceitá-las, além de poder ver o valor da viagem e os dados de quem a solicitou.

Também existe o botão Checagem de Segurança, lançado no final de abril, que permite ao usuário ver suas ferramentas de segurança oferecidas durante as viagens, como a opção de compartilhar sua localização em tempo real com seus contatos.

E por fim, será lançado nos próximos dias, o comprovante de status da viagem para motoristas e entregadores. O novo recurso permite que os motoristas e entregadores possam comprovar que estão realizando uma viagem para terceiro dentro do aplicativo em caso de blitz e em casos de entregas ou viagens em condomínios.

Estadão
Publicidade
Publicidade