PUBLICIDADE

Elon Musk tira Neuralink de Delaware após 'briga' com a justiça sobre acordo de US$ 56 bi

Nova sede da empresa fica em Nevada, confirmou a secretaria do estado americano

10 fev 2024 - 07h39
(atualizado às 10h31)
Compartilhar
Exibir comentários

Após um processo que pode fazer Elon Musk devolver bilhões de dólares em ações da Tesla, o bilionário resolveu proteger suas outras empresas. Nesta quinta-feira, 8, a Neuralink mudou, oficialmente, de sede, saindo de Delaware para o estado de Nevada, confirmou a secretaria do estado e uma carta enviada aos acionistas da empresa, de acordo com a agência de notícias Bloomberg.

Segundo a agência, a carta para os acionistas da Neuralink afirma que as ações incorporadas em Delaware serão, igualmente, incorporadas em Nevada. A medida é uma forma de evitar maiores problemas com o estado de Delaware, conhecido por ter regulações jurídicas favoráveis às empresas, como baixa tributação e proteção em caso de falência.

Na última semana, porém, a juíza Kathaleen McCormick, de Delaware, decidiu que um pacote de pagamento para Musk, no valor de US$ 56 bilhões em ações da Tesla — outra empresa sob a alçada do bilionário — foi injusto para os acionistas da montadora. McCormick rejeitou o acordo que fez Musk um dos homens mais ricos do mundo e agora pode fazer com que as opções de ações sejam devolvidas.

A Tesla, assim como tinha a Neuralink, tem sede jurídica em Delaware. Depois da decisão, Musk fez uma votação no X perguntando aos seus seguidores se ele deveria mudar a sede da montadora de carros elétricos para o Texas, onde fica a sua fábrica.

A Bloomberg entrou em contato com o advogado da Neuralink, Philip Mao, que não quis comentar o assunto.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade