Barriga sem gordura: 6 estratégias para secar mais rápido

Nutricionista revela o que é necessário fazer para emagrecer e queimar a gordura da barriga

4 mai 2024 - 07h00
(atualizado às 18h14)
Barriga sem gordura / Foto: Shutterstock
Barriga sem gordura / Foto: Shutterstock
Foto: Saúde em Dia

Descobrir como acabar com aquela insistente gordura na barriga é algo que muitas pessoas que praticam algum tipo de atividade física, e ainda não conquistaram o sonhado "abdômen trincado", gostariam de saber. Mas, ao contrário do que se imagina, não existe nenhum método milagroso ou secreto para alcançar esse objetivo. Tampouco uma maneira de queimar gordura localizada.

O princípio básico para eliminar a gordura na barriga, ou em qualquer outro lugar do corpo, é o mesmo: diminuir o consumo de calorias e aumentar o gasto de energia. Mas, dentro desse conceito, existem várias estratégias que podem facilitar o caminho e agilizar a conquista do objetivo final.

Publicidade

Por isso, com a ajuda da nutricionista, educadora física e atleta fitness, Dani Borges, separamos seis técnicas simples e eficientes para acabar, de uma vez por todas, com a gordura na barriga, ou em qualquer outra região do corpo. Confira:

Como acabar com a gordura na barriga

1. Treine corpo todo 

De acordo com a nutricionista, é muito importante trabalhar toda a sua musculatura para melhorar a flacidez e conseguir desenvolver massa muscular. Portanto, nada de pular um treino ou outro. Cada exercício tem a sua importância.

2. Deficit calórico controlado 

Publicidade

Segundo Dani, para reduzir a gordura corporal é necessário que seu corpo esteja em balanço energético negativo. E isso significa promover déficit calórico, ou seja, comer menos calorias do que você gasta. Porém, essa retirada de caloria não pode ser muito agressiva. É importe que o processo aconteça aos poucos e de maneira gradativa.

3- Faça exercícios abdominais 

Os exercícios abdominais não secam barriga. No entanto, são eles que vão ajudar a construir e modelar a musculatura por baixo da camada de gordura, para que, quando você comece a secar e perder essa gordura, a musculatura comece a aparecer definida. "Por isso, é importante sempre fazer abdominais, sem contar que eles são responsáveis por estabilizarem o core e se tornam aliados contra lesões, principalmente no treino de inferiores. Faça de duas a três vezes na semana de três a quatro séries e de três a cinco exercícios por treino", recomenda a especialista, que também é professora de educação física.

Constância é o segredo

4. Aumente o aporte de proteínas

"As proteínas são fundamentais em qualquer dieta, mas em processo de cutting (definição) elas serão primordiais para ajudar na manutenção da massa magra e ainda possuem um fator térmico alto, ou seja, você gasta calorias para digerir e metabolizar as proteínas. Sem contar que as proteínas proporcionam maior saciedade", diz Dani. 

5. Construa massa magra antes 

Publicidade

A nutricionista ressalta que, antes de secar, você precisa ter a musculatura bem desenvolvida por baixo da camada de gordura, para que quando comece a secar, os segmentos corporais (definições) comecem a sobressair.

6. Alinhe o aeróbico com sua dieta e treino 

"O que emagrece mais a longo prazo é a construção muscular que ocorre no treinamento resistido, sem contar que a musculação é a atividade física que promove o efeito EPOC de continuar queimando calorias até 48h após a atividade física. Diferente do aeróbico tradicional, que você queima apenas ali na hora. Portanto, alinhe seu volume de treino cardiovascular com a musculação e a dieta", finaliza Dani.

Fonte: Sport Life.

Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações