Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Governo firma acordo com Musk para vigiar Amazônia

O bilionário anunciou um projeto para conectar 19 mil escolas nas zonas rurais e monitorar a Amazônia através de sua empresa Starlink

20 mai 2022 15h43
| atualizado às 22h43
Compartilhar
Bolsonaro se reúne com Elon Musk no interior de SP
Bolsonaro se reúne com Elon Musk no interior de SP
Foto: Reprodução / Facebook / Ansa - Brasil

O bilionário Elon Musk se reuniu nesta sexta-feira (20) com o presidente Jair Bolsonaro durante um evento em Porto Feliz, no interior de São Paulo, e anunciou um projeto para conectar 19 mil escolar nas zonas rurais e monitorar a Amazônia através de sua empresa Starlink

"Super animado por estar no Brasil para o lançamento da Starlink para 19 mil escolas desconectadas em áreas rurais e monitoramento ambiental da Amazônia!", escreveu Musk no Twitter. 

Publicidade

A Starlink é um braço da SpaceX, empresa de transporte espacial do bilionário, que utiliza satélites de órbita baixa para prover serviços de internet.

De acordo com Musk, a "Starlink tem uma política bem rigorosa de proteção dos dados", além de "um nível de encriptação no nível do terminal e no nível do satélite".

"Sobre proteger a Amazônia, temos que usar os dados, porque a Amazônia é gigantesca. Se você tentar fazer um monte de fotos e vídeos para entender o que está acontecendo, a quantidade de dados a serem transmitidos será enorme. Então, precisamos dessa conectividade para monitorar a Amazônia efetivamente", enfatizou.

Bolsonaro, por sua vez, ressaltou que o governo brasileiro conta com Musk "para que a Amazônia seja conhecida por todos, no Brasil e no mundo".

Publicidade

"Mostrar a exuberância dessa região, como ela é preservada por nós e quantos malefícios causam para nós aqueles que difundem mentiras sobre essa região", acrescentou Bolsonaro no evento com cerca de 100 convidados em um hotel de luxo.

No Twitter, o presidente brasileiro explicou que os dois trataram, entre outros assuntos, de conectividade, investimentos, inovação e o uso da tecnologia como reforço na proteção da Amazônia e na realização do potencial econômico do Brasil.

Já em relação à rede social, Bolsonaro disse que o anúncio de Musk sobre a compra do Twitter é um "sopro de esperança".

"O exemplo que nos deu, poucos dias, quando se anunciou a compra do Twitter, para nós aqui é como um sopro de esperança. O mundo todo passa por pessoas que têm vontade de roubar essa liberdade de nós, a liberdade é a semente para o futuro", ressaltou Bolsonaro, após chamar Musk de "mito da liberdade".

Publicidade

Homenagem -

Durante o encontro, Musk também foi homenageado com uma medalha de honra concedida pelo líder brasileiro e pelo ministro da Defesa, Paulo Sérgio.

Segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, a condecoração foi entregue ao bilionário porque ele "está aqui para fazer algo de concreto para ajudar a Amazônia".

"É uma grande honra estar aqui com você", acrescentou Faria, ressaltando que Musk "é um visionário, brilhante". "Todos no Brasil amam você". O elogio foi respondido pelo bilionário, que disse também amar o Brasil.

Publicidade

Geralmente, a Ordem de Mérito é entregue "para personalidades civis e militares, brasileiras ou estrangeiras, que prestarem relevantes serviços às Forças Armadas".

  
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações