Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Porquinha se torna porcona, mas ainda é amada pela dona

Com 250 kg, animal consome cinco quilos de frutas e vegetais por dia, além da ração animal, comprometendo grande parte do orçamento familiar

10 dez 2021 - 12h19
(atualizado às 12h27)
Compartilhar
Rosângela dos Santos Lara acaricia sua porca, Lilica, em sua casa em Peruíbe, litoral de São Paulo
Rosângela dos Santos Lara acaricia sua porca, Lilica, em sua casa em Peruíbe, litoral de São Paulo
Foto: Amanda Perobelli / Reuters

Rosângela dos Santos Lara foi ao mercado e comprou uma porquinha como animal de estimação; o tempo passou e o pet foi crescendo, crescendo e crescendo.

Agora com três anos, a porca Lilica pesa 250 kg e consome cinco quilos de frutas e vegetais por dia, além da ração animal, comprometendo grande parte do orçamento familiar de Rosângela.

Publicidade

Ela diz que o vendedor a enganou. Mesmo assim, Lilica ainda dorme no colchão do quarto que a professora desempregada de 50 anos divide com o marido Nelson, um pescador na cidade litorânea de Peruíbe, em São Paulo.

"Eu peguei ela pensando que ela ia ficar uma 'mini porco', mas ela ficou esse gigante" disse Rosângela, enquanto fazia cócegas em Lilica, que estava estendida em frente ao sofá da família com gatos e cachorros ao seu redor.

"Ela veio só para trazer alegria para mim, porque as pessoas às vezes criticam, me chamam de louca. Mas eu não acho que é loucura não, eu acho que é amor aos animais!"

Rosângela dos Santos Lara com seus animais
Foto: Amanda Perobelli / Reuters

Vender Lilica ajudaria bastante nas finanças de sua família, mas Rosângela não está interessada.

Publicidade

"Veio ver uma pessoa essa semana e perguntou: 'Te dou 20 mil reais, você vende?' E eu falei: 'Não vendo! Mesmo sabendo que esses 20 mil vai me ajudar no momento, mas não vendo não, deixa a bichinha ai!'."

Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações