Dudu quebra silêncio, agradece Cruzeiro e diz que fica no Palmeiras: ‘Ainda não é hora de sair’

Em meio a negociações, o atacante reiterou, nesta segunda-feira, 17, o desejo de permanecer no Verdão

17 jun 2024 - 19h14
(atualizado às 19h46)
Dudu fala pela primeira sobre negociação e reitera desejo de permanecer no Palmeiras
Dudu fala pela primeira sobre negociação e reitera desejo de permanecer no Palmeiras
Foto:

Chegou ao fim a novela sobre a negociação entre o atacante Dudu, Cruzeiro e Palmeiras. Em comunicado publicado nas redes sociais na noite desta segunda-feira, 17, o jogador se disse 'balançado' pela proposta da Raposa, mas reiterou o desejo de permanecer no clube paulista

O 'baixola' quebrou o silêncio após ser anunciado como reforço do Cruzeiro por meio das redes do clube mineiro, no último sábado, 15. O caso ganhou proporção após o diretor de futebol da Raposa, Alexandre Mattos, afirmar que foi procurado pelo atacante, que desejava 'novos ares'.  

Publicidade

Em meio a rumores de que Dudu teria desistido da ideia de deixar o Palmeiras, a presidente Leila Pereira subiu o tom sobre a negociação e reiterou que o ciclo do atacante teria 'chegado ao fim'. Nos bastidores, Dudu teria se irritado com o posicionamento da direção alviverde e se comprometido a se pronunciar. 

Dudu quebra o silêncio, agradece Cruzeiro e reitera permanência no Palmeiras
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Era esperado que Dudu falasse sobre as negociações com o Cruzeiro nesta terça-feira, 18, uma vez que o Palmeiras enfrenta o Atlético-MG em Belo Horizonte, nesta segunda-feira, pelo Campeonato Brasileiro. No entanto, o atacante se adiantou e publicou um comunicado em seu perfil no Instagram. 

"Foram dias intensos, bem angustiantes e resolvi me pronunciar somente após pensar muito e conversar bastante com a minha família. Realmente, recebi uma proposta muito boa e fiquei balançado. Talvez, eu nunca mais receba uma oportunidade como essa. Tenho 32 anos e me ofereceram 4 anos de contrato. O Cruzeiro é um clube que tenho um enorme carinho e agradeço, demais, pelo reconhecimento, mas sinto que, neste momento, ainda não é a hora de sair e de encerrar o meu ciclo no Palmeiras. Sinto que posso seguir construindo a minha história aqui. Foram dias muito tristes e difíceis. Sofri duras críticas, mas eu sei o que está no meu coração e o quanto respeito essa instituição", afirmou Dudu. 

Por sua vez, o Cruzeiro comunicou que retirou oficialmente a proposta por Dudu ao Palmeiras. Nas redes sociais, a Raposa criticou a postura do atleta e aponta que trata o caso como 'encerrado'. "O Cruzeiro encara este assunto como encerrado, pois tem a obrigação de contar em seu elenco com atletas de palavra, compromissados, leais e que verdadeiramente queiram estar no Cruzeiro".

Já o Palmeiras não se posicionou oficialmente sobre a decisão do jogador pela permanência no clube. No entanto, colegas de elenco prestaram apoio ao atacante nas redes sociais. É o caso do lateral Joaquín Piquerez, que comentou a publicação de Dudu: "Tamo junto amigo". 

Publicidade

Leila sobe o tom sobre acordo

A indecisão do atacante sobre o acerto, até a manhã desta segunda, fez com que a presidente Leila Pereira fosse direta a respeito da negociação. De acordo com a dirigente, estava tudo certo entre os clubes, e o seu desejo era de que o camisa 7 assinasse o acordo. 

Em entrevista ao programa Redação sportv, Leila afirmou que o "ciclo de Dudu no Palmeiras chegou ao fim".  No sábado, o time alviverde aceitou a proposta do Cruzeiro para contar com Dudu em seu elenco. Porém, na sequência, o jogador ficou indeciso e não assinou o contrato.

"Ele tem o direito, mas eu não gostaria que isso acontecesse [desistência na negociação]. Tudo na vida tem um ciclo que se inicia e um que se encerra. Você tem que iniciar de uma forma bonita e encerrar de uma forma linda. Imagino que é o que vai acontecer com ele. Tivemos momentos lindos e acredito que chegou ao fim o ciclo do Dudu no Palmeiras", afirmou a dirigente.

"Leila está mandando o Dudu embora", aponta jornalista
Video Player

A presidente do Palmeiras afirmou que o pedido para sair do time paulista partiu do próprio atacante. "Vou ser transparente e falar a verdade. Há uns 25 dias atrás nosso diretor de futebol Anderson Barros me procurou e disse que o Dudu o procurou por ter recebido uma proposta do Cruzeiro que ele ficou balançado. Essa proposta é que foi divulgado, que são 4 anos, mais um ano e um salário superior ao do Palmeiras. Soube depois que quem procurou o Cruzeiro foi o Dudu, mas soube pelo [Alexandre] Mattos [CEO do Cruzeiro]. Não adiantava o Dudu estar falando, eu precisava de uma proposta formal. Em momento nenhum tentamos negociar. Ele tem contrato até janeiro de 2025. O Dudu conversou outras vezes com o Barros com o intuito de sair do Palmeiras. Conversou como Abel. Há mais de 20 dias sabíamos dessa movimentação. Quem pediu para sair foi o jogador", explicou.

Publicidade

"Foi uma proposta envolvendo Dudu, Palmeiras e Cruzeiro. Todos decidiram que o melhor para todos era aceitar. Eu aprovei, o Cruzeiro também e ai aconteceu o imbróglio que o Dudu falou que ia e depois não ia mais. Formalmente a gente não foi informado que ele voltaria atrás. Ele tem um compromisso e eu espero que ele honre o compromisso com o Palmeiras e o Cruzeiro. O atleta não assinou. A Barros assinou. Pelo Palmeiras, o Dudu está vendido. Eu preciso da assinatura dele. Se ele não assinar, o contrato vai até 2025", completou. 

No Palmeiras desde 2015, Dudu conquistou quatro títulos do Campeonato Brasileiro, uma Copa do Brasil, duas Libertadores e uma Supercopa. Em agosto de 2023, ele sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho e passou por uma cirurgia. Ele voltou a ser relacionado na quinta-feira passada, 13, na vitória contra o Vasco, mas não saiu do banco de reservas.

Dudu foi anunciado pelo Cruzeiro após 9 meses fora do Palmeiras por lesão
Foto: Reprodução/Twitter
Fonte: Redação Terra
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações