Roland Garros inicia tranformação para disputa da Paris 2024

11 jun 2024 - 10h30

Enquanto o Sol se punha no Aberto da França e o espanhol Carlos Alcaraz comemorava o triunfo de domingo, uma nova corrida começou em Roland Garros para transformar as icônicas quadras de saibro em deslumbrantes instalações olímpicas em questão de semanas.

Escolhido em 2016 para ser um dos 41 locais para as Olimpíadas de Paris 2024, Roland Garros agora enfrenta a difícil tarefa de cumprir os meticulosos padrões estabelecidos pelo Comitê Olímpico Internacional e pelos organizadores da Paris 2024.

Publicidade

O tempo está passando, com seis semanas para transformar o local do Grand Slam de tênis em um palco digno da maior competição esportiva do mundo.

A transição exigirá um "local limpo", onde todas as marcas distintivas de Roland Garros serão ocultadas e substituídas pelos anéis olímpicos e pelo logotipo da cidade anfitriã.

Christophe Fagniez, vice-diretor geral da Federação Francesa de Tênis, que supervisiona o projeto das Olimpíadas, descreve a transformação como uma mistura de "camuflagem e exibição".

Em 20 de julho, quando os atletas começarem a treinar, Roland Garros estará repleto das cores vibrantes dos Jogos Olímpicos.

Publicidade

Primeiro, a equipe do torneio precisa desmontar as barracas de comida, os cantos de entretenimento e qualquer coisa com a marca Roland Garros que possa ser removida.

A reforma olímpica continuará até meados de julho. Depois disso, uma verificação de segurança abrangente abrirá caminho para a chegada dos atletas.

Embora o cronograma de seis semanas seja mais generoso do que as três semanas alocadas para a transformação de Wimbledon para os Jogos de Londres 2012, o desafio continua imenso.

"Temos muito, muito pouco tempo para fazer isso", disse Fagniez. "Roland Garros se estende por 12 hectares com 12 quadras. Outros locais podem ter um único campo de jogo, talvez dois ou três, mas nós temos 12."

Dentro das quadras, mais de 250 itens precisam ser substituídos, desde as cadeiras dos árbitros até os anúncios de LED, que serão trocados por lonas com o visual das Olimpíadas.

Publicidade

Apesar da ampla reforma, alguns elementos familiares permanecerão. A estátua do 14 vezes campeão Rafael Nadal permanecerá, uma visão reconfortante para os torcedores, embora a participação do espanhol nos Jogos seja incerta após sua eliminação precoce no Aberto da França.

Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações