Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Marlon completa 25 anos lutando pela titularidade no Fluminense em último ano de contrato

Lateral-esquerdo retornou ao Fluminense na última temporada e conquistou espaço no time principal, mas teve poucas oportunidades em 2022

20 mai 2022 16h08
| atualizado às 16h08
Compartilhar

Nesta quinta-feira, Marlon completa 25 anos. O lateral-esquerdo, que faz a sua segunda passagem pelo Fluminense, vive um momento difícil no clube. Se no momento de seu retorno, na última temporada, o jogador conquistou espaço na equipe principal em pouco tempo, a situação em 2022 é inversa. Na disputa pela posição, o defensor só entrou em campo seis vezes, mas aposta na boa relação com Diniz e no trabalho do dia a dia para corresponder às oportunidades.

Marlon tem contrato com o Fluminense até o final desta temporada (Mailson Santana/Fluminense FC)
Marlon tem contrato com o Fluminense até o final desta temporada (Mailson Santana/Fluminense FC)
Foto: Lance!

Marlon chegou no Fluminense em 2017, onde ficou até 2019. Aos 20 anos na época, o lateral não se firmou no elenco e viu a relação com a torcida se desgastar. Desta forma, ficou fora de parte dos planos de Fernando Diniz em 2019, que iniciava a primeira passagem como técnico do Tricolor. Ainda assim, o clube optou por emprestar o jogador junto ao Boavista (POR) e Tranbzonspor (TUR). Na Europa, ele conseguiu a regularidade esperada e foi peça importante nos times em que atuou.

Publicidade

Na última temporada, Marlon retornou às Laranjeiras no meio do ano. No final do primeiro turno, Marcão acionou o jogador pela primeira vez, em duelo contra o Cuiabá. A atuação convenceu e o lateral ganhou espaço, mostrando evolução a cada jogo. Em 13 partidas, ele deu três assistências e encerrou o Brasileirão como um dos destaques do elenco principal. No final de 2021, o Flu recebeu propostas do Leste Europeu, mas acabou não fechando a transferência porque a diretoria deseja apenas vendê-lo.

Apesar do bom momento de Marlon, o Fluminense optou por contratar mais dois jogadores para a posição: Cris Silva e Pineida. Assim, o defensor perdeu espaço e chegou a se tornar terceira opção de Abel Braga. Porém, com as atuações inconsistentes dos colegas, ele ganhou a primeira chance no confronto contra o Vila Nova pela Copa do Brasil, e aproveitou para assinar a primeira assistência da temporada. Na sequência, recebeu nova oportunidade contra o Internacional pelo Brasileirão, mas não foi bem e se destacou negativamente na rodada da competição.

Sob o comando de Fernando Diniz, que assumiu a equipe há pouco menos de um mês, Marlon já entrou em campo três vezes, a mesma quantidade de chances que teve com Abel Braga. O jogador inclusive tem uma boa relação com o novo técnico e segue lutando por oportunidades nas preparações no CT Carlos Castilho. Consciente de sua situação, o defensor já disse que vem trabalhando para colocar uma "pulga atrás da orelha" do treinador em seu último ano de contrato com o Flu.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações