Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Autor do pênalti decisivo, Gil nem sabia se jogaria e explicou termo "goiaba"

6 jul 2022 - 21h22
Compartilhar

O zagueiro Gil iniciou o jogo decisivo do Corinthians diante do Boca Juniors, na última terça-feira, no banco de reservas. Recuperado de uma lesão no músculo posterior da coxa direita, ele foi acionado quando João Victor precisou sair de maca, após sentir novamente o tornozelo.

Quis o destino que Gil não só estivesse no duelo como também fosse decisivo na parte defensiva e também na cobrança de pênaltis, quando fez o gol que garantiu a classificação do Timão para as quartas de final da Libertadores após dez anos.

Publicidade

"O mais importante é que todo mundo se dedicou ao máximo. Nós sabíamos que ia ser um jogo muito difícil, então, nós íamos com o pensamento de fazer aquilo que o professor tinha treinado já em São Paulo. Eu, particularmente, para ser bem sincero, nem sabia que ia estar nesse jogo, até porque esses dias eu estava lesionado, então, acho muito importante ter entrado, ter ajudado meus companheiros e sair com a classificação".

O defensor também aproveitou o vídeo para "esclarecer" uma brincadeira que veio à tona em uma live descontraída feita pelo meia Willian, no ônibus que levou a delegação corintiana de volta ao hotel em Buenos Aires após o jogo. Em determinado momento, Gil responde "pegou na goiaba", sobre sua cobrança de pênalti.

"Isso é coisa do Willian. É um cara que tenho muito carinho e respeito, por tudo que ele conquistou na vida dele, ter chegado no nosso grupo, é sempre muito alegre. É uma coisa que ele trouxe (goiaba), às vezes a gente está fazendo o rondo no clube, ele fala 'pegou na goiaba', que é o ossinho do tornozelo", mostrou aos risos.

Publicidade

"Ontem (terça-feira), até o Fábio (Santos) brincou comigo, falou também, achou que eu ia bater, sempre bato cruzado, mas a verdade é que eu nem tinha treinado também. Fico feliz de ter ajudado e acho que o mais importante é que o grupo conseguiu essa classificação e graças a Deus, e ao nosso gigante Cássio, que foi decisivo nas cobranças", finalizou.

Show Player
Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações