Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Veloz e 'criador de chances': jornalista detalha ao L! como Erison pode contribuir para o Botafogo

Vinícius Guerreiro, do "Diário Popular", recorda passagem do atacante no Brasil de Pelotas e fala sobre desafios que jogador tende a ter no Alvinegro

22 jan 2022 08h06
| atualizado às 08h06
Compartilhar

Uma das novidades do Botafogo para a temporada de 2022, o atacante Erison traz uma boa impressão de quem o viu jogar. Jornalista do "Diário Popular", Vinícius Guerreiro detalhou ao LANCE! as características que se sobressaíram no jogador em seu período no Brasil de Pelotas. Aos seus olhos, o atacante, que assinou por dois anos com o Alvinegro, conseguiu se impor mesmo em um período no qual o Xavante não rendeu.

Erison foi apresentado na última sexta-feira (21) (Vitor Silva / Divulgação / Botafogo)
Erison foi apresentado na última sexta-feira (21) (Vitor Silva / Divulgação / Botafogo)
Foto: Lance!

- O ataque do Brasil foi praticamente ele desde que chegou. Em sua passagem, fez muitos gols com um ataque extremamente improdutivo (marcou oito dos 23 gols do Xavante, que foi último colocado na Série B de 2021). O Erison consegue criar muitas chances a partir do jogo individual. Tem muita força para dominar e girar. É um jogador canhoto mas, além do lado esquerdo, gira bem para o direito. Ataca bem a linha, tem boa movimentação - disse.

Publicidade

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

Guerreiro falou sobre o grande desafio que terá com a equipe alvinegra.

- Ele precisa aprimorar a tomada de decisão. Às vezes, tem a chance de passar, mas acaba preferindo a jogada individual, mas aqui ele foi, realmente, acima da média. Não é qualquer jogador que se destaca em um dos piores times da Série B (de 2021) - e emendou:

- Acredito que, no Botafogo, com um time mais qualificado, tem a chance de melhorar - finalizou o repórter do "Diário Popular", jornal de Pelotas.

Publicidade

Vinícius Guerreiro reconheceu que o desafio tende a ser mais extenso para Erison na nova empreitada.

- É claro que o "corte" da Série A é diferente. Essa é a maior dificuldade na qual ele vai ter de se adaptar. Mas Erison tem potencial para dar um salto, é bom em jogadas individuais, um velocista... Ele tem algumas características que se assemelham com o Rafael Navarro, por mais que o Navarro seja melhor tecnicamente - declarou.

Show Player
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações