Mais de 1.000 cursos com certificado por menos de R$0,70 por dia.

Escritor Paulo Coelho critica “assassinos de Paulo Gustavo”

Imortal manifestou revolta com os negacionistas da pandemia ao lamentar a morte do humorista

5 mai 2021 08h45
| atualizado às 08h45
Compartilhar

Entre as centenas de homenagens a Paulo Gustavo postadas por famosos em redes sociais, um tweet do escritor Paulo Coelho se destacou pela contundência.

Indignado, Paulo Coelho elegeu ‘culpados’ pela morte de Paulo Gustavo
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

O autor que já vendeu 320 milhões de exemplares de seus 30 livros usou frases associadas a negacionistas da covid-19 para protestar contra a morte do ator e comediante.

Publicidade

“Assassinos de Paulo Gustavo: quem dizia “é só uma gripezinha”, “não passa de 200 mortes”, “cloroquina resolve”, “gente morre todo dia”, “lockdown destrói o país”, “máscara nos faz respirar ar viciado”, “eu obedeço o comandante”, e por aí vai. Canalhas da pior espécie”, escreveu.

Nas citações, como se constata, há frases ditas pelo presidente Jair Bolsonaro. Em seu perfil, o imortal da ABL também retuitou mensagem da jornalista e ativista LGBT+ Milly Lacombe. “Paulo Gustavo é mais uma vítima de genocídio. Um genocídio com a assinatura de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes”, diz trecho.

Pouco depois do comunicado de sua morte, o nome de Paulo Gustavo atingiu o primeiro lugar entre os termos mais citados no Twitter brasileiro e também no ranking global da mesma rede social.

 

Publicidade

 

Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações