Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Joe Exotic é sentenciado novamente a 21 anos de prisão

28 jan 2022 15h39
Compartilhar
Foto: Divulgação/Netflix / Pipoca Moderna

Em meio a uma campanha para liberar Joe Exotic da prisão, depois que um tribunal de apelações ordenou um novo julgamento, um juiz federal sentenciou novamente o "Tiger King" a 21 anos de confinamento nesta sexta-feira (28/1), reduzindo sua punição original em apenas um ano.

Joe Exotic - cujo nome verdadeiro é Joseph Maldonado-Passage - foi condenado por encomendar o assassinato da ativista Carole Baskin. A história conflituosa dos dois foi apresentada na série documental "A Máfia dos Tigres", da Netflix.

Publicidade

Dono de um zoológico na Flórida, Joe Exotic precisou ser julgado novamente depois que um tribunal federal de apelações decidiu no ano passado que diretrizes impróprias foram usadas em sua condenação.

Para sustentar seu caso, os promotores dizem que ele tentou contratar duas pessoas - incluindo um agente disfarçado do FBI - para matar Baskin, que havia criticado seu tratamento aos animais de seu zoológico. Mas os advogados de Exotic afirmam que ele nunca falou sério.

Vários apoiadores de Joe Exotic lotaram o tribunal, alguns usando máscaras com estampas de animais e camisetas que diziam: "Free Joe Exotic". Mas a nova sentença não foi a que esperavam.

Publicidade

A briga pública entre Joe Exotic e Carole Baskin vai agora virar uma série de ficção: "Joe vs. Carole", criada pela comediante Kate McKinnon ("Caça-Fantasmas"), com lançamento marcado para 3 de março nos EUA pela plataforma Peacock.

Pipoca Moderna
Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações