PUBLICIDADE

Entenda as cirurgias que Rodrigo Mussi fez após acidente de carro

Ex-BBB sofreu traumatismo craniano e fraturas pelo corpo; médicos acreditam que próximas 48h são importantes para recuperação dele

1 abr 2022 - 11h23
(atualizado às 11h32)
Ver comentários
Publicidade
Rodrigo Mussi, participante do 'BBB22'
Rodrigo Mussi, participante do 'BBB22'
Foto: Instagram

Rodrigo Mussi, ex-participante do ‘BBB22’, sofreu um acidente de trânsito. De acordo com a assessoria do empresário, ele teve traumatismo craniano, bem como fraturas pelo corpo, e passou por dois procedimentos: a instalação de um cateter intracraniano e a fixação externa da perna direita

Em entrevista ao Terra, Wanderley Cerqueira de Lima, neurocirurgião no Albert Einstein e diretor do WCL Neurocirurgia, explicou que os procedimentos são comuns em casos como o de Rodrigo Mussi, onde geralmente identifica-se várias fraturas no paciente. Esse padrão costuma ocorrer devido ao impacto gerado no corpo por causa do processo de aceleração e desaceleração dos veículos. 

Segundo o médico, os dois procedimentos são medidas paliativas que ajudam a equipe médica a administrar os danos e trabalhar na recuperação do paciente. "Em casos de acidente de trânsito envolvendo a ausência do cinto, é comum o quadro de politraumatismo, existindo fraturas na perna, na coluna e no crânio", afirma ele.

Cateter intracraniano

Lesões no crânio, geralmente, causam pontos de sangramento dentro do cérebro, também chamados de coágulos ou contusão. Esse quadro causa inchaço no cérebro, o que, de acordo com Lima, pode ser um risco à vida do paciente. E com a intenção de aliviar o inchaço, o profissional da saúde coloca uma fibra ótica na região central do crânio para monitorar a pressão do cérebro. 

"Sempre feito em UTI, esse procedimento possibilita que o paciente repouse do trauma, que o inchaço do cérebro se alivie e, a partir de medicação e observação constante, que ele melhore progressivamente", aponta Lima.

Fixação externa da perna

Rodrigo Mussi, participante do 'BBB22'
Rodrigo Mussi, participante do 'BBB22'
Foto: Instagram

Considerando que Rodrigo Mussi sofreu um acidente de carro e passou pela fixação externa da perna, o neurocirurgião considera a possibilidade de o empresário ter fraturado algum osso da perna, como o fêmur ou a tíbia. O procedimento, segundo Lima, é feito, geralmente, quando o paciente chega ao hospital com outras lesões agravadas e sem condições de se submeter a um procedimento interno.

“Essa fixação é a aplicação de ferros externos para alinhar o osso, já que o paciente não tem condições de aguentar a cirurgia no momento. Com sua melhora progressiva, aí sim o médico procura fazer o tratamento interno, que nada mais é do que a utilização de uma haste para também alinhar o osso", afirma.

Os dois procedimentos, apesar de paliativos, tem intenção de garantir conforto e repouso a alguém que sofreu diversos traumas. Com a melhora do paciente, a sedação profunda é retirada progressivamente e os demais traumas começam a ser tratados. 

Como a recuperação depende de  diversos fatores, como quantos traumas o paciente tem, da idade da pessoa, entre outros aspectos, não é possível estipular um tempo padrão de melhora. Mas a equipe médica de Mussi acredita que as primeiras 48h após os procedimentos serão importantes para recuperação do empresário. 

Diante da gravidade do quadro clínico de ex-BBB, Lima enfatiza a importância do uso do cinto de segurança. "Usar o cinto é necessário, até mesmo no banco de trás."

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade