PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mostra Teatral no Recife é manifesto por direitos das mulheres

Durante o mês de março haverá espetáculos quase todos os dias, além de performances, oficinas e debates

8 mar 2023 - 13h57
Compartilhar
Exibir comentários
 Cena do monólogo Clamor Negro, sobre as realidades da mulher negra, em Recife
Cena do monólogo Clamor Negro, sobre as realidades da mulher negra, em Recife
Foto: Ana Priscila/@anapriliber

A 3ª edição da Mostra Teatral Rosa dos Ventres Autônomas e Diversas vai até o dia 3 de abril com apresentações em Recife, Olinda e demais cidades da Região Metropolitana. A iniciativa celebra a produção artística de mulheres, com debates, oficinas e apresentações artísticas gratuitas.

Durante 30 dias a programação descentralizada da Mostra promoverá 25 espetáculos, dez performances, cinco oficinas, dois debates e um lançamento de disco. Contempladas na programação estão as performances intituladas "A cada 1h30 uma mulher reage", com o objeto de chamar atenção para os altos índices de violência contra a mulher. 

Cena do espetáculo BruxaRria - Entre o Lírio e o Delírio no Recife. Mostra é um manifesto pelos direitos da mulher
Cena do espetáculo BruxaRria - Entre o Lírio e o Delírio no Recife. Mostra é um manifesto pelos direitos da mulher
Foto: @casadebarbara

Mostra como manifesto

“A situação é grave e esses dados são inaceitáveis, totalmente revoltantes. Contudo, nutrimos a certeza de que podemos colaborar, através da arte, com essa bandeira que já teve tantos avanços e que ainda apresenta tantos desafios. Estamos reconhecendo, honrando e continuando a colaboração das companheiras que vieram antes da nossa geração”, diz Hilda Torres, idealizadora da Mostra.

Segundo ela, é fundamental garantir cada vez mais espaços de protagonismo, equidade e independência da mulher. “Enfrentar e avançar contra as estruturas opressoras, construídas através dos séculos é um grande desafio, mas precisa ser uma ação contínua e coletiva, sempre com o compromisso da reparação histórica, compreendendo os processos em tempo e espaço, mas com posicionamentos firmes".

O grande momento das apresentações é a leitura do manifesto “Autônomas e Diversas”, de autoria da escritora e professora Odailta Alves, com a colaboração de outras mulheres, considerando seus diferentes perfis, vivências e interseccionalidades. O manifesto será lido durante toda a programação.

Avançar contra opressão é um dos recados de BruxaRria, peça apresentada na mostra em Recife
Avançar contra opressão é um dos recados de BruxaRria, peça apresentada na mostra em Recife
Foto: @casadebarbara

Clamor negro

Na abertura da Mostra, Odailta Alves apresentou o monólogo "Clamor Negro", em que interpreta as duras realidades da vida de uma mulher negra. A escritora enxerga a Mostra como um espaço de fortalecimento das identidades, das culturas e pluralidade do que é ser mulher.

“É fundamental para potencializar as lutas de gênero, pois sabemos o quanto é difícil para mulheres estarem inseridas nos contextos de trabalho, sobretudo na área artística e cultural que, muitas vezes, têm homens brancos à frente”.

Segundo ela, quando acontece um projeto potente como a Mostra, que acolhe e abraça o trabalho das mulheres, elas são empoderadas, criando uma rede. “Pisar em uma formiga é fácil, mas em um formigueiro, não", finaliza.

Cena do espetáculo BruxaRria - Entre o Lírio e o Delírio no Recife. Mostra é um manifesto pelos direitos da mulher
Cena do espetáculo BruxaRria - Entre o Lírio e o Delírio no Recife. Mostra é um manifesto pelos direitos da mulher
Foto: @casadebarbara

Homenageadas

Este ano a Mostra homenageia cinco mulheres: Agrinez Melo, mãe, candomblecista, professora, atriz e pesquisadora; Beta Galdino, camareira e contrarregra que integra a equipe do Centro Cultural Apolo-Hermilo; Kátia Virgínia, técnica em maquinária no Centro Cultural Apolo-Hermilo; Sharlene Esse, atriz, cantora e multiperformer; e Triana, iluminadora que iniciou seus trabalhos na área teatral na década de 70.

A programação completa pode ser conferida aqui.

ANF
Compartilhar
Publicidade
Publicidade