PUBLICIDADE

Receita de requeijão vegano com castanha de caju

Esse requeijão de castanha é uma ótima opção para passar no pão, na torrada e até na tapioca. Bora aprender a fazer?

8 dez 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: CanvaPro

Geralmente, quem deixa de consumir produtos de origem animal, tende a ficar em dúvida em como substituir a manteiga, as pastas e ter opções para passar em pães, torradas, entre outros.

Em quase todas as regiões do país, existe margarina sem soro de leite, de marcas variadas e é bem acessível. No entanto, a margarina é um ultraprocessado com 80% de gordura, e contém muita gordura trans, que é nociva ao organismo humano.

Então, bora pensar em alternativas mais saudáveis e preparar juntos aqui.

RECEITA:

150g de castanha de caju 

400ml de água 

3 colheres de polvilho azedo

Suco de ½ limão 

1 dente de alho pequeno

Sal a gosto

30ml de óleo vegetal

Se liga no modo de preparo:

1. Deixe a castanha de molho em água quente por no máximo 5 minutos.

2. Depois jogue a água fora.

3. Leve tudo para o liquidificador e bata por aproximadamente 3 minutos 

4. Aqueça uma panela e leve o creme para cozinhar por pouco tempo, antes de engrossar, desligue e espere esfriar.

5. Está pronto. Armazene na geladeira por até 7 dias.

Pega a visão:

Não deixe engrossar demais na panela, porque ele ganha bastante consistência após refrigerado. 

Para preservar por mais tempo, prefira guardar em vidro, limpo e seco. 

Compre a castanha a granel, e de preferência em lugares específicos, como zona cerealista, mercado municipal ou casas do Norte. Castanha embalada em supermercado tem o preço supervalorizado.

Vegano Periférico Leonardo e Eduardo dos Santos são irmãos gêmeos, nascidos e criados na periferia de Campinas, interior de São Paulo. São midiativistas da Vegano Periférico, um movimento e coletivo que começou como uma conta do Instagram em outubro de 2017. Atuam pelos direitos humanos e direitos animais por meio da luta inclusiva e acessível, e nos seus canais de comunicação abordam temas como autonomia alimentar, reforma agrária, justiça social e meio ambiente.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade