PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Churrascaria em SP exibe placa sugerindo que veganos 'se matem'

Dono de churrascaria em Santos foi infeliz ao sugerir que veganos se matem, em resposta a cliente que perguntou sobre opção vegana.

6 fev 2023 - 17h14
(atualizado às 19h39)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Vegano Periférico

Uma notícia que tem repercutido bastante é de uma churrascaria recente, que inaugurou a poucas semanas. A tal churrascaria ficou conhecida nas redes sociais por ser meio cômica, com piadinhas e um tom humorístico.

No entanto, essa brincadeira foi longe demais. Uma placa em frente a churrascaria diz: "Opção vegana - Se mata". Em um mundo onde as pessoas já estão com muitos problemas psicológicos, o suícidio é um assunto tão sério, um estabelecimento aberto ao público faz uma "piada" estimulando isso de um grupo que normalmente já tem mais problemas relacionados com a saúde mental, por enxergar e dura realidade dos animais e lutar por suas vidas.

Brincadeiras com pessoas onívoras, brincadeiras com veganos ou qualquer brincadeira com qualquer grupo, só é legal quando não machuca, quando não é baseada em ódio, e que agrade a todos, caso contrário não é brincadeira ou piada, é ofensa, é maldade, é desrespeito, preconceito e intolerância.

O dono da churrascaria, por meio de um vídeo, se retratou nas redes sociais pedindo desculpas, e provavelmente desativou o perfil da churrascaria. Segundo o dono dessa churrascaria, teria passado dos limites e se sente profundamente arrependido.

Diversas entidades do meio vegano, defensores dos direitos animais, ativistas e até pessoas não veganas protestaram e se posicionaram contra essa agressão absurda.

Nós veganos, que lutamos pelos animais, buscamos fazer isso da maneira mais educada e respeitosa possível, pois sabemos que estamos inseridos numa cultura completamente carnista, e que mudanças tão amplas levam tempo. É necessário muito diálogo, disseminação de informação e paciência.

Não aceitamos em hipótese algum desrespeito com quem come animais ou derivados, porque sabemos que a maioria tem uma alimentação onívora e se apropria da vida dos animais não por maldade, mas por hábito, costume e influência.

Essa churrascaria ao invés de entender que o mundo caminha para uma redução drástica de consumo de origem animal, ampliar o leque e se informar do crescimento do mercado vegano, preferiu se opor ao veganismo e de maneira lamentável e infeliz.

Outro erro do proprietário, que se diz arrependido, é acreditar que o vegetarianismo e o veganismo é uma causa pequena, secundária, pois com esse pensamento estamos ignorando que 30 milhões de brasileiros e brasileiras se consideram vegetarianos. Ou seja, uma ofensa como essa atinge milhões de pessoas ao redor do Brasil, que lutam diariamente contra a exploração humana e não humana.

Debater questões sobre consumo de animais, opções de alimentação devem ser com respeito, com argumentos, tudo dentro do campo da cordialidade.

Vegano Periférico Leonardo e Eduardo dos Santos são irmãos gêmeos, nascidos e criados na periferia de Campinas, interior de São Paulo. São midiativistas da Vegano Periférico, um movimento e coletivo que começou como uma conta do Instagram em outubro de 2017. Atuam pelos direitos humanos e direitos animais por meio da luta inclusiva e acessível, e nos seus canais de comunicação abordam temas como autonomia alimentar, reforma agrária, justiça social e meio ambiente.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade