PUBLICIDADE

Cuidados básicos para manter uma boa saúde dos olhos

Nossos olhos são fundamentais na vida diária. Portanto, cuidar da saúde ocular é essencial para manter uma boa qualidade de vida. Acesse!

9 nov 2023 - 17h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Envato Elements

Cuidados com os olhos: a importância da saúde ocular

A saúde ocular é um aspecto fundamental que muitas vezes é subestimado. Uma das razões pelas quais ela é tão importante é o impacto direto que os olhos têm na nossa capacidade de realizar tarefas diárias. Vamos saber mais.

Nossos olhos têm papel crucial em nossa vida diária, permitindo-nos perceber o mundo ao nosso redor, comunicar informações vitais e desfrutar das belezas visuais do mundo. Portanto, cuidar da saúde dos olhos é essencial para manter uma boa qualidade de vida. Veja outros pontos:

  • Da leitura até a simples apreciação da paisagem, os olhos são vitais. Problemas de visão afetam a execução de atividades de maneira eficaz e segura.
  • A saúde ocular está diretamente ligada à saúde geral e muitas condições médicas, como diabetes e hipertensão, podem afetar a visão.
  • Os olhos atuam como indicadores de outros problemas de saúde. Portanto, mantê-los saudáveis é fundamental para detectar e tratar doenças precocemente.
  • Prevenir doenças é outro aspecto da saúde ocular. Catarata e glaucoma são problemas que podem ser prevenidos ou tratados se detectados a tempo.
  • Por isso, devem ser feitos exames regulares com um oftalmologista para monitorar a saúde dos olhos.
  • A qualidade de vida está ligada à saúde ocular. A perda de visão pode afetar a independência, a mobilidade e a capacidade de realizar atividades do dia a dia.
  • A manutenção da saúde ocular é uma parte fundamental do envelhecimento com qualidade de vida.
  • A importância da saúde ocular vale para todas as idades. A visão é um dos sentidos mais preciosos, e cuidar dela é essencial para proteger este bem valioso.

Exames regulares de visão: prevenção e detecção de problemas oculares

Os exames regulares de visão ajudam na preservação da saúde ocular, na detecção precoce de problemas oculares e na manutenção da visão ao longo da vida. É importante seguir as recomendações do oftalmologista em relação à frequência dos exames com base na idade. Conheça mais sobre isso:

A detecção precoce de problemas oculares, como catarata, glaucoma, retinopatia diabética e degeneração macular, pode ajudar a evitar a perda de visão. Alterações podem ocorrer gradualmente e passar despercebidas.

Os exames regulares ajudam a identificar essas mudanças e possibilitam intervenções precoces. Para muitas pessoas, problemas de visão são progressivos, e as lentes corretivas precisam ser ajustadas regularmente para garantir a visão ideal.

Crianças devem fazer esses exames, pois problemas de visão não tratados afetam o aprendizado e o desenvolvimento. Após os 40 anos, temos maior probabilidade de ter problemas oculares, tornando os exames regulares ainda mais importantes.

A frequência dos exames depende da idade e saúde do paciente. Um exame a cada 1 a 2 anos é o indicado para adultos saudáveis. Diabéticos, hipertensos ou os que têm histórico familiar de doenças oculares precisam de exames mais frequentes.

Crianças devem ser submetidas a exames de visão durante o desenvolvimento para garantir que estejam alcançando marcos visuais apropriados. Durante um exame, um oftalmologista verifica a acuidade visual, a refração e a saúde dos olhos.

Em alguns casos, podem ser necessários testes mais avançados, como a medição da pressão intraocular para rastrear glaucoma. O diagnóstico precoce de condições como o glaucoma pode ser crucial para prevenir a perda de visão.

Higiene adequada dos olhos: limpeza e cuidados diários

Manter uma higiene ocular adequada é um componente fundamental dos cuidados com a saúde dos olhos e pode ajudar a prevenir uma série de problemas oculares. Adotar essas práticas no dia a dia contribui para a manutenção da saúde ocular a longo prazo. Vamos conhecer outras orientações sobre o assunto:

  • Lave as mãos regularmente com água e sabão antes de tocar nos olhos ou na área ao redor deles. Mãos sujas podem transferir bactérias para os olhos.
  • Evite esfregar os olhos com força, isso pode irritar a superfície ocular. Se sentir coceira, tente piscar várias vezes ou use um colírio para aliviar a irritação.
  • Use soluções de limpeza de lentes de contato recomendadas para limpar e armazenar as lentes. Não use água da torneira ou saliva para limpá-las.
  • Não compartilhe toalhas, lenços ou maquiagem dos olhos para evitar a propagação de bactérias.
  • Remova cuidadosamente qualquer maquiagem dos olhos antes de dormir para evitar entupimento dos poros e irritações.
  • Evite tocar os olhos com as mãos, a menos que seja absolutamente necessário. Isso reduz o risco de transferência de germes e bactérias.
  • Lave cuidadosamente o rosto e enxágue os olhos com água morna regularmente para remover detritos e poeira.
  • Consulte um oftalmologista se tiver sintomas persistentes de olho vermelho, coceira, secreção ou desconforto, isso pode indicar um problema ocular.

Proteção contra a exposição solar: uso de óculos de sol e chapéus

A exposição excessiva à radiação ultravioleta (UV) do sol pode causar danos aos olhos, incluindo catarata, degeneração macular (condição que afeta a retina) e pterígio, o crescimento anormal de tecido na superfície do olho. Portanto, é essencial proteger os olhos dos efeitos prejudiciais do sol. Vamos saber mais:

Use óculos de sol que bloqueiem 100% dos raios UVA e UVB sempre que estiver ao ar livre, mesmo em dias nublados. Escolha óculos de sol que cubram completamente os olhos, incluindo os cantos laterais. Óculos grandes oferecem proteção mais eficaz.

Um chapéu de abas largas complementa a proteção ocular, bloqueando ainda mais a luz solar direta. Evite olhar diretamente para o sol, mesmo durante eclipses solares, pois isso pode causar danos permanentes à retina.

Foto: Envato Elements

Crianças também devem usar óculos de sol apropriados para proteger seus olhos desde cedo. Quando estiver na praia ou em locais com neve, onde a luz solar é refletida, a proteção solar é especialmente importante.

Lembre-se de que os olhos são suscetíveis a queimaduras solares, por isso, use óculos de sol ao fazer atividades ao ar livre. Escolha óculos de sol de qualidade que atendam às normas de proteção UV. Em geral, eles possuem um selo de aprovação.

A exposição prolongada ao sol sem proteção ocular adequada pode aumentar o risco de catarata. O pterígio, condição caracterizada pelo crescimento de tecido ocular anormal, está associado à exposição solar. Proteja seus olhos para se prevenir.

A degeneração macular relacionada à idade, outra condição ocular debilitante, pode ser influenciada pela exposição ao sol. A prevenção é crucial. A proteção solar ocular não se limita ao verão; use óculos de sol durante todo o ano.

Uso correto de dispositivos eletrônicos: prevenção da fadiga ocular

O uso crescente de dispositivos eletrônicos, como smartphones, computadores e tablets, faz com que muitas pessoas enfrentem problemas de fadiga ocular. A exposição prolongada às telas pode causar desconforto e afetar a saúde ocular a longo prazo. Vamos ver dicas para prevenir a fadiga ocular e manter a visão saudável:

  • Siga essa regra a cada 20 minutos: olhe para um objeto a pelo menos 6 metros de distância por pelo menos 20 segundos para relaxar os olhos.
  • Ajuste o brilho e o contraste da tela para reduzir o esforço dos olhos. Telas muito brilhantes ou muito escuras podem causar fadiga ocular.
  • Mantenha uma distância adequada da tela, geralmente cerca de 25 a 30 centímetros dos olhos. Isso reduz a tensão nos músculos oculares.
  • Certifique-se de que os olhos estejam nivelados com a parte superior da tela e que a tela esteja na altura deles para evitar inclinar a cabeça para cima ou para baixo.
  • Reduza o tempo gasto em dispositivos eletrônicos antes de dormir, pois a luz azul emitida pelas telas pode interferir no sono.
  • Piscar com mais frequência para manter os olhos lubrificados; o ato de piscar é reduzido ao usar dispositivos eletrônicos, o que pode causar ressecamento ocular.
  • Evite usar dispositivos eletrônicos enquanto estiver deitado na cama, pois isso pode aumentar a fadiga ocular.
  • Aumente o tamanho do texto e a fonte nas configurações do dispositivo para facilitar a leitura.

Alimentação saudável para a saúde dos olhos: nutrientes essenciais

Uma alimentação saudável tem um papel significativo na manutenção da saúde dos olhos. Certos nutrientes essenciais podem ajudar a prevenir doenças oculares, melhorar a visão e manter os olhos em boas condições. Confira alguns nutrientes e alimentos que beneficiam a saúde ocular:

A vitamina A é essencial para a visão noturna. Encontrada na cenoura, batata-doce, espinafre e ovos. A luteína e a zeaxantina, antioxidantes que protegem os olhos dos danos dos raios UV, estão em vegetais, como a couve e o espinafre.

Frutas cítricas, morangos e pimentões têm vitamina C, que ajuda a prevenir a catarata e beneficia os vasos sanguíneos dos olhos. A vitamina E, antioxidante protetor das células dos olhos, está nas nozes, sementes e óleos vegetais.

O zinco está nas carnes magras, grãos integrais e legumes. Ele é essencial para a saúde ocular e ajuda na absorção da vitamina A. O ômega-3 ajuda a reduzir a secura ocular e é encontrado em peixes gordurosos, como salmão e sardinha.

O selênio protege os olhos contra danos oxidativos e está presente na castanha-do-brasil, sementes de girassol e no frangoTambém importante para a saúde dos olhos, o ácido ascórbico é encontrado em frutas cítricas.

As antocianinas contribuem para a saúde dos olhos e são encontradas em mirtilos, uvas roxas e cerejas. O betacaroteno auxilia na prevenção da degeneração macular e é encontrado na abóbora, pimentão e cenoura.

A lisina é um aminoácido essencial para a formação de colágeno ocular e pode ser encontrado em carne, peixe e laticínios. A cisteína, por sua vez, ajuda a prevenir cataratas e está presente em ovos, alho e cebola.

Foto: Envato Elements

Descanso adequado para os olhos: pausas regulares durante atividades prolongadas

O descanso adequado para os olhos é importante na prevenção da fadiga ocular e na manutenção da saúde ocular.

Durante atividades prolongadas que envolvem olhar para uma tela de computador, ler ou realizar tarefas minuciosas, é fundamental fazer pausas para descansar e evitar o estresse visual. Veja mais dicas:

  • Faça pausas curtas durante o trabalho em computador ou leitura a cada hora para descansar os olhos e alongar-se.
  • Mantenha uma boa postura ao trabalhar ou ler, para garantir que seus olhos estejam na altura correta da tela ou do texto.
  • Procure deixar seu local de trabalho ou área de leitura sempre muito bem iluminado para reduzir o estresse visual.
  • Evite trabalhar em ambientes excessivamente secos, pois isso pode causar ressecamento ocular.
  • Durante atividades ao ar livre, como dirigir por longas distâncias, use óculos de sol com proteção UV para reduzir o brilho e a fadiga visual.
  • Pratique exercícios para os olhos, como focar em objetos próximos e distantes para fortalecer os músculos oculares.
  • Mantenha-se hidratado, pois a desidratação pode contribuir para o ressecamento ocular e a fadiga.
  • Se você realiza tarefas que exigem foco visual prolongado, considere agendar exames regulares com um oftalmologista para monitorar a saúde dos olhos.

Prevenção de lesões oculares: uso de equipamentos de proteção

Prevenir lesões oculares é essencial para manter a saúde dos olhos, especialmente em ambientes de risco. Muitos acidentes podem resultar em lesões oculares, como lesões esportivas, acidentes de trabalho ou domésticos. Usar equipamentos de proteção apropriados pode minimizar os riscos. Veja outras diretrizes:

Use óculos de proteção sempre que estiver em atividades que possam expor os olhos a detritos, produtos químicos ou riscos físicos. Se estiver envolvido em trabalhos que envolvam perfuração ou soldagem, use óculos de segurança adequados.

Ao praticar esportes de contato ou de alto risco, como hóquei, futebol e ciclismo, use proteções oculares. No local de trabalho, siga as normas de segurança e use equipamentos de proteção pessoal, incluindo óculos de segurança, se necessário.

Use máscaras de proteção ao cortar madeira, lixar, pintar ou realizar outras tarefas que gerem partículas suspensas no ar. Além disso, utilize óculos de natação ao nadar em águas abertas para evitar que detritos ou água entrem nos olhos.

Ao praticar mergulho, use óculos de mergulho adequados para evitar a pressão excessiva da água nos olhos. Não esfregue ou toque nos olhos com as mãos sujas, especialmente se manipular produtos químicos.

Mantenha produtos químicos domésticos, como os de limpeza, fora do alcance de crianças e em locais seguros. Ao andar de bicicleta, skate, ou praticar esportes radicais, use capacete para proteger os olhos de lesões durante quedas.

Use óculos de sol com proteção UV sempre que estiver ao ar livre para evitar danos causados pela exposição solar. Se você trabalha com produtos químicos ou detritos, siga as diretrizes de segurança no trabalho e use a proteção ocular recomendada.

Cuidados com lentes de contato: higiene e manutenção adequadas

Quem usa lentes de contato deve cuidar da higiene e manutenção adequadas,  que são essenciais para evitar infecções e problemas oculares. Lentes de contato que não são limpas e armazenadas corretamente podem representar riscos à saúde ocular. Aqui estão algumas indicações para cuidar de lentes de contato:

  • Antes de tocar nas lentes de contato, lave bem as mãos com água e sabão, secando-as com uma toalha sem fiapos.
  • Utilize uma solução de limpeza recomendada pelo seu profissional de saúde ocular para limpar e armazenar as lentes.
  • Limpe as lentes diariamente, esfregando-as suavemente com solução de limpeza e enxaguando-as com solução salina estéril.
  • Certifique-se de enxaguar completamente as lentes com solução salina estéril antes de colocá-las nos olhos.
  • Siga as instruções de substituição das lentes de contato fornecidas pelo fabricante e pelo profissional de saúde ocular.
  • Nunca utilize água da torneira para limpar ou enxaguar as lentes, pois isso pode causar infecções. Não reutilize a solução de limpeza; use sempre uma fresca.
  • Evite dormir com as lentes de contato, a menos que tenha recebido permissão do seu profissional de saúde ocular.
  • Não use lentes de contato em piscinas ou banheiras de hidromassagem, pois a água pode conter bactérias prejudiciais.

Sinais de alerta: quando procurar um profissional de saúde ocular

Reconhecer os sinais de alerta é fundamental para a saúde ocular, pois muitas condições podem ser tratadas com mais sucesso quando detectadas precocemente. Se você notar algum dos seguintes sintomas ou sinais de alerta, é importante procurar imediatamente um profissional de saúde ocular:

Se a sua visão de repente se tornar embaçada ou turva, isso pode ser um sinal de problema ocular. Já a sensação de dor nos olhos pode indicar uma série de problemas, incluindo infecções ou inflamações.

Olhos vermelhos que não melhoram podem ser um sinal de conjuntivite, alergias ou outras condições oculares. Por sua vez, a presença de secreção anormal nos olhos pode indicar infecção ou inflamação.

A fotofobia, ou sensibilidade à luz, pode ser um sintoma de várias condições oculares, incluindo inflamação e lesões. A percepção de moscas volantes, manchas ou flashes de luz pode ser um sinal de descolamento de retina ou outras condições graves.

Dores de cabeça frequentes relacionadas à visão podem ser um sinal de problemas refrativos não corrigidos. A perda de visão periférica ou outros problemas no campo de visão podem ser um sinal de condições oculares ou neurológicas.

A aparência de anéis ou halos ao redor das luzes pode ser um sinal de glaucoma, uma condição que pode levar à perda de visão se não tratada. Olhos lacrimejantes ou com coceira persistente podem indicar alergias oculares ou outras condições.

A visão dupla pode ser um sinal de problemas oculares ou neurológicos e deve ser avaliada imediatamente. Sentir os olhos cansados regularmente, especialmente após o uso prolongado de dispositivos eletrônicos, isso pode ser um sinal de fadiga ocular.

Fontes:
American Academy of Ophthalmology (AAO). Popular Tips & Prevention Topics. Disponível em: <https://www.aao.org/eye-health/tips-prevention-list>. Acesso em: 20.out.2023.
American Optometric Association (AOA). Healthy eyes. Disponível em: <https://www.aoa.org/healthy-eyes?sso=y>. Acesso em: 20.out.2023.
Mayo Clinic. Eye Health. Disponível em: <https://www.mayoclinichealthsystem.org/topics/eye-health>. Acesso em: 20.out.2023.
National Eye Institute (NEI). Eye Conditions and Diseases. Disponível em: <https://www.nei.nih.gov/learn-about-eye-health/eye-conditions-and-diseases>. Acesso em: 20.out.2023.
WebMD. Eye Health: A Resource List. Disponível em: <https://www.webmd.com/eye-health/eye-resources>. Acesso em: 20.out.2023.
Fonte: Conteúdo Urbano
Compartilhar
Publicidade
Publicidade