PUBLICIDADE

Liberdade? Veja 5 motivos para viajar por conta própria

8 dez 2014 - 10h27
Compartilhar
Exibir comentários
Rafael Carvalho em Boracay, nas Filipinas, em maio passado: liberdade no roteiro
Rafael Carvalho em Boracay, nas Filipinas, em maio passado: liberdade no roteiro
Foto: Arquivo pessoal / Divulgação

Programar a própria viagem dá mais trabalho: você vai ter que comprar as próprias passagens, negociar hotéis, descobrir os melhores intinerários... Mas a recompensa vale a pena, dizem os viajantes de plantão. "A principal vantagem é a liberdade no roteiro. Você pode escolher quantos dias quer ficar em um lugar, o que fazer ou não fazer naquele dia", diz Rafael Carvalho, um dos idealizadores do blog de viagem Esse mundo é nosso.

Mas cuidado nunca é demais. "Você está por sua conta e risco. Além de planejar muito com antecedência, se algo der errado na viagem é você quem terá que se virar. Por isso, mesmo que numa viagem independente, vale ter seguro viagem, por exemplo." Confira as dicas:

Organizar seu dia como quiser

Em um pacote fechado, seus passeios estão pré-programados. Pela manhã, mesmo que esteja morto de cansado da balada da noite anterior, vai ter que estar no saguão do hotel às 9h para aquele passeio no outlet - sob pena de não conseguir mais nenhuma brecha pra ir lá. Em viagens por conta própria, a decisão é sua. "Pode inclusive tirar um dia pra não fazer nada numa praia, por exemplo. Por que não?", diz Carvalho. 

Liberdade para encurtar ou estender a estadia

Odiou a cidade, a comida, as pessoas? A decisão é sua de pegar um trem, ônibus ou avião e escapar de lá. O contrário também pode acontecer. "Quando viajei a Cusco, onde fica Machu Picchu, no Peru, meu roteiro incluía só 3 dias na cidade. Mas gostei tanto que acabei ficando 8 dias lá. Sorte por ter sido uma viagem independente. Se tivesse um roteiro 'fechado', não poderia fazer isso", conta o blogueiro de viagem.

Economizar

Se você for uma pessoa organizada, pode conseguir poupar seus dólares na hora de viajar por conta própria. Para destinos mais exóticos, uma viagem planejada pelo próprio turista pode sair mais barata. "Fiz algumas viagens para a Ásia, por exemplo, e sem dúvida saíram bem mais em conta que o cobrado nas agências. Mas é preciso ter muito planejamento", alerta Carvalho. Então, nada de poupar tempo: navegue por sites de viagem, pesquise muito os preços de hotéis e fique de olho em promoções de passagens aéreas. A antecedência será sua melhor amiga. "Sem dúvida minha viagem para a Ásia, planejada com muita antecedência, saiu muito mais barata que por uma agência. O trabalho foi grande, quase 6 meses de planejamento, mas pude aguardar promoções de passagens, montar o roteiro ao meu estilo, fazer os passeios que eu realmente gostava, etc. Foi excelente.

Viver uma vida mais próxima da real no destino de viagem

Nada de grupos enormes guiados por um especialista que correm para os pontos turísticos em busca da selfie perfeita. Você vai poder flanar pelas ruas da cidade, tomar café na padaria charmosa da esquina, pegar ônibus e metrô e até se hospedar na casa de um morador local - basta optar por hospedagens em casas disponíveis para aluguel. 

Escolher as companhias

Viajar em grupo pode ser uma boa pedida se você é do tipo que gosta de fazer amigos. Mas se a sua ideia é viajar a dois, só com seus amigos, família, ou mesmo sozinho, planejar a sua própria tour pode ser uma ideia melhor. 

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade