PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Japão: a natureza sagrada do Lago Myojin, em Kamikochi

Na região dos alpes japoneses, as águas cristalinas do lago Myojin são sagradas para o xintoísmo

16 abr 2024 - 17h07
Compartilhar
Exibir comentários

Vivi por mais de um ano no Japão e arriscaria dizer que um dos lugares mais belos, singelos, diria até poéticos que conheci foi o lago Myojin, na província de Nagano, nos Alpes Japoneses. Aninhado na reserva natural de Kamikochi, uma das mais bonitas do país, o lago, assim como toda a região, é considerado sagrado. No fim da pequena passarela de madeira sobre a água há um altar xintoísta dedicado às divindades que, acredita-se, habitam e protegem o lugar (os caracteres usados para escrever "kamikochi" também podem ser lidos como "local onde os deuses desceram"). 

Lago Myojin: lugar de silêncio, adoração e contemplação
Lago Myojin: lugar de silêncio, adoração e contemplação
Foto: Mirela Mazzola/Arquivo pessoal / Viagem e Turismo

As águas cristalinas do Myojin têm bastante importância para o xintoísmo, a religião originária do Japão que tem na natureza objeto central de adoração. Quando a neve no topo dos picos do Monte Hotaka, ali perto, derrete, ela fornece água para o rio Azusa, que percorre Kamikochi antes de irrigar os campos de arroz da região. O único barquinho do píer do lago Myojin é usado uma vez por ano, entre outubro e novembro, no Ofune Matsuri (ou festival do barco) e durante as cerimônias Omizutori e Omizugaeshi (literalmente, "tirar e devolver água"), que retira água dos três rios que se encontram na cidade de Azumino e devolve à fonte, na parte mais profunda do Myojin. 

O lago fica a poucos metros do santuário Hotaka, a cerca de uma hora de caminhada da Kappabashi, ponte que é o cartão-postal de Kamikochi. Parte do Parque Nacional Chubu Sangaku, a reserva fica entre as províncias de Toyama, Nagano e Gifu e fecha para visitação entre meados de novembro e abril. O fim de outubro é o auge para a visitação, durante o outono (dias frios e limpos, folhas amarelinhas). 

Com lindas trilhas de diferentes níveis que beiram rios, lagos vulcânicos e bosques, Kamikochi pode ser acessada de ônibus ou carro até certo ponto (veículos de passeio não podem circular lá dentro). Em um dia dá para conhecer bastante, mas se a ideia for uma imersão maior no parque, há trilhas mais avançadas montanha acima, áreas de camping e alguns hotéis.

Como chegar em Kamikochi

Há ônibus que vão até Kamikochi e que partem de Osaka, Kyoto e Tóquio; saiba mais

Viagem e Turismo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade