PUBLICIDADE

Conheça monumentos históricos que não são mais originais

Compartilhar
<p><strong>Afrescos de Michelangelo na Capela Sistina, Vaticano</strong><br />Um grande projeto de restaura&ccedil;&atilde;o e limpeza do teto da Capela Sistina &nbsp;durante as d&eacute;cadas &nbsp;de 80 e 90 removeu manchas de fuligem, graxa e cera e retocou peda&ccedil;os de gesso danificados dos famosos afrescos pintados por Michelangelo. Cores novas e brilhantes foram reveladas, mas, segundo especialistas, detalhes importantes, como os olhos de diversas figuras&nbsp;tra&ccedil;ados em preto, foram esfregadas e perdidas</p>
Afrescos de Michelangelo na Capela Sistina, VaticanoUm grande projeto de restauração e limpeza do teto da Capela Sistina  durante as décadas  de 80 e 90 removeu manchas de fuligem, graxa e cera e retocou pedaços de gesso danificados dos famosos afrescos pintados por Michelangelo. Cores novas e brilhantes foram reveladas, mas, segundo especialistas, detalhes importantes, como os olhos de diversas figuras traçados em preto, foram esfregadas e perdidas
Foto: Nasser Nouri / Flickr
Compartilhar
Publicidade