Hotel nas Maldivas terá quarto no fundo do oceano

'Vila' será inaugurada em novembro e terá quarto, banheiro e sala de estar 5 metros abaixo do nível do mar

10 set 2018
10h31
  • separator
  • comentários

Depois do restaurante submerso Ithaa, que está em seu 13º ano de funcionamento, o hotel Conrad Maldives Rangali Island inaugura em novembro uma acomodação no fundo do mar. A "vila" com capacidade para até nove hóspedes tem quarto, banheiro e sala de estar a uma profundidade de 5 metros abaixo do nível do mar.

Quarto submerso da 'villa' Muraka no Conrad Maldivas Rangali Island
Quarto submerso da 'villa' Muraka no Conrad Maldivas Rangali Island
Foto: Conrad Maldives Rangali Island / Divulgação

O cômodo submerso é coberto por um domo de acrílico curvo que permite uma vista em 180 graus do fundo do Ocenao Índico. Foram gastos US$ 15 milhões para sua construção, que contou com participação de uma empresa neozelandesa de tecnologia para aquários.

Batizada de Muraka, que significa "coral" em dhivehi, a língua local das Maldivas, a "vila" tem ainda uma área acima da água com quarto, banheiro, salas de estar e jantar, cozinha, academia, deques de observação e piscina.

O valor da diária na Muraka ainda não foi divulgado. Nos outros tipos de acomodações do hotel, custam a partir de US$ 1 mil.

Veja também:

 

 

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade