Disney proíbe "pau de selfie" em seus parques

Bastões já estavam proibidos na atrações, mas agora visitantes não poderão levá-los aos parques

26 jun 2015
15h45
atualizado às 17h42
  • separator
  • 0
  • comentários

 

A Disney anunciou nesta sexta-feira (26) que proibirá o uso de "pau de selfies" dentro de seus populares parques temáticos, tanto nos Estados Unidos quanto em Paris e Hong Kong, alegando que representam um perigo para a segurança de seus visitantes e empregados.

Suporte para celular incomoda direção dos parques
Suporte para celular incomoda direção dos parques
Foto: iStock / Getty Images

Siga Terra Estilo no Twitter

"Nos esforçamos para oferecer uma grande experiência para a família e infelizmente o 'pau de selfie' se tornou uma crescente preocupação para a segurança tanto de nossos visitantes quanto de nossos funcionários", informou à AFP a porta-voz da Disney, Kim Prunty.

Os dispositivos, bastões retráteis que se adaptam aos smartphones para permitir tirar as fotos com maior distância e com melhores ângulos, já estavam proibidos nas atrações dos parques temáticos de Disney, mas agora a empresa impedirá que sejam levados pelos visitantes.

A medida começará a valer a partir de 30 de junho nos vários parques da Disney na Flórida (sudeste dos EUA), incluindo os parques aquáticos, e na Califórnia (oeste). Em 1 de julho a regra passará a ser empregada nos parques de Paris e Hong Kong.

Embora a Disney tenha colocado nos últimos meses vários sinais nas atrações para alertar sobre o uso do "pau de de selfie", continuaram sendo registrados incidentes que causaram atrasos no funcionamento de alguns brinquedos.

A empresa norte-americana se une assim a outros parques de diversões e museus que proibiram o uso dos dispositivos. Mas apenas o controverso equipamento está proibido: as fotografias dentro dos parques e com os personagens dos filmes e desenhos animados continuam bem-vindas, garantiu a Disney.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade