PUBLICIDADE

Vida saudável: superalimentos existem mesmo ou são um mito?

Nutricionista traz detalhes sobre o tema que recorrentemente deixa dúvidas em quem pretende adotar uma alimentação saudável

22 jun 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários

Bem-estar é composto por uma série de boas práticas e fatores, com saúde física e mental no centro do tema e exercendo influência direta ao dia a dia e vida das pessoas, mas nem sempre se conecta tais tópicos a ações corriqueiras, como a alimentação, e para alcançar uma nutrição de qualidade é imprescindível entender as possibilidades dela e desmistificar assuntos pouco explorados. 

Nutrição saudável requer uma alimentação equilibrada
Nutrição saudável requer uma alimentação equilibrada
Foto: Drazen / Adobe Stock

Em entrevista, a nutricionista Paula Carretti (CRN-3 62.560/P) explica o que são os superalimentos, tão em alta nos últimos tempos, e as razões que fazem dele um mito. 

Atma: mais de 1000 meditações. Experimente grátis!

O que seriam os superalimentos e por que eles são um mito? 

Paula Carretti: "Os 'superalimentos' não têm um significado legal ou científico claro, na verdade, esse termo foi criado para promover alimentos específicos. No entanto, a ideia por trás dos superalimentos é simples: alimentos considerados especialmente saudáveis, ricos em antioxidantes, vitaminas e minerais, ou seja, alimentos que poderiam fazer bem ao nosso corpo e contribuir para uma vida mais saudável." 

Existem ou já existiram estudos científicos acerca dos chamados superalimentos? 

Paula Carretti: "Há diversos estudos sobre os benefícios dos alimentos no geral, no entanto, é importante destacar que não foram encontrados alimentos milagrosos. A pesquisa tem se concentrado em compreender os nutrientes e propriedades dos alimentos para avaliar seu impacto na saúde humana.

É importante adotar uma abordagem equilibrada e variada na dieta, incorporando todos os alimentos, em vez de depender exclusivamente de um único alimento ou grupo de alimentos para obter todos os benefícios necessários."

Na prática, por que o melhor é apostar em uma dieta equilibrada? 

Paula Carretti: "Todos os alimentos naturais contêm vitaminas e minerais e trazem benefícios quando consumidos em nosso dia a dia, além disso, sem toda a agitação, esses alimentos costumam ser mais acessíveis financeiramente.

O goji berry, por exemplo, é frequentemente promovido como um alimento poderoso, rico em vitamina C, superando a laranja nesse aspecto, no entanto, nosso corpo não necessita de uma quantidade excessiva de vitamina C, e o excesso é eliminado através da urina. Portanto, por que gastar uma fortuna em goji berry quando você pode optar por alimentos mais acessíveis, como laranjas e couve, que também são ricos nessa mesma vitamina?"

Por fim, a entrevistada ressalta quão essencial é o acompanhamento nutricional adequado e reforça um conceito crucial para se ter uma vida mais equilibrada: alimentação consciente.

Paula Carretti: "Os nutricionistas possuem conhecimento especializado sobre nutrientes e seu impacto na saúde. Eles são capazes de fornecer orientações personalizadas, levando em consideração os hábitos, preferências e orçamento de cada pessoa.

É importante ter cuidado, o foco deve estar em uma alimentação balanceada, sem extremos, o nutricionista pode ajudar a alcançar uma relação saudável com a comida, promovendo uma alimentação consciente e sem neuras."

Atma - Meditação e Bem-Estar. Baixe agora!

Acompanhe mais conteúdos sobre bem-estar no perfil do Atma no Instagram.

Entrevistada: @nutri.paulacarretti no Instagram.

ATMA Seu app de meditação
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade