Crianças asmáticas devem redobrar cuidados com saúde bucal?

4 dez 2017
11h00
atualizado em 19/7/2018 às 15h39
  • separator
Foto: Thinkstock

A asma é um problema pulmonar que pode trazer consequências danosas para várias partes do organismo, inclusive para a boca. Ainda que a associação entre a saúde bucal e a asma pareça estranha, ela existe e merece uma atenção especial.

Isso porque, de acordo com um estudo realizado pela Academia Sahlgrenska da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, as crianças asmáticas ou aquelas com problemas respiratórios crônicos são mais propensas a ter cáries.


A investigação analisou quatro grupos compostos por crianças de três a seis anos, adolescentes entre 12 e 16 anos, e jovens entre os dezoito e vinte e quatro anos. Em todos os grupos, os voluntários que sofriam com problemas respiratórios apresentaram maior incidência de cáries e gengivite.

De acordo com a líder da pesquisa, respirar pela boca é um ato comum entre pessoas que sofrem de problemas respiratórios e que pode causar ressecamento, diminuindo o fluxo salivar e deixando a pessoa mais propensa à caries e problemas periodontais. Além disso, estas pessoas tendem a beber mais, e muitas optam por bebidas açucaradas.

Embora reconheçam que o número de participantes no estudo é "pequeno", os especialistas recomendam que "médicos, dentistas e pais de crianças asmáticas tenham mais conhecimento sobre a relação entre asma e higiene bucal".

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.
publicidade