PUBLICIDADE

Saúde bucal na infância: as dicas das especialistas

Alimentação adequada, escovação correta e uso do fio dental, são algumas das recomendações

14 mai 2024 - 06h40
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O cuidado com a saúde bucal é importante tanto para adultos quanto para crianças, e não são poucos os problemas que podem afetá-los se a higiene bucal adequada não for aplicada - cárie, dentes tortos e a falta de dentes. A Associação Israelita Fortunée de Picciotto atende crianças e adolescentes como tratamento odontológico gratuito.
Saúde bucal na infância: as dicas das especialistas:

O cuidado com a saúde bucal é tão importante quanto os cuidados com a saúde em geral. E isso vale tanto para adultos quanto para as crianças. A equipe da Associação Israelita Fortunée de Picciotto, que presta atendimento odontológico gratuito a crianças e adolescentes, reforça que a higiene bucal adequada precisa ser praticada desde a primeira infância, ou seja, de 0 a 6 anos.  

Entre os casos mais recorrentes está o tratamento da cárie que, segundo a última edição da SB Brasil – Pesquisa de Saúde Bucal, está entre as doenças bucais mais comuns no país. Além das lesões de cárie, dentes tortos, quebrados ou a falta dos dentes, são problemas que afetam o dia a dia das crianças. 

"A falta de higiene bucal pode impactar na qualidade de vida da criança. De um modo geral as doenças mais comuns são a gengivite e a cárie. A cárie pode afetar o bem-estar da criança devido à sensibilidade e dor que podem causar. Além disso, a falta de higiene pode causar mau hálito, atrapalhando ou interferindo no convívio social. A gengivite, causada pelo acúmulo de placa bacteriana, causa sangramento, sensibilidade, inchaço e vermelhidão na gengiva, o que também impacta na qualidade de vida da criança”, alerta a odontopediatra e responsável técnica da Associação, Nadia Salem.

Entre os principais procedimentos odontológicos realizados na Associação Israelita Fortunée de Picciotto estão as restaurações, limpezas e técnicas de escovação. 

“Nos nossos atendimentos não só cuidamos das crianças, como fornecemos orientações importantes para as famílias sobre escovação adequada, hábitos alimentares, como usar o fio dental, sempre com o objetivo de orientar os pais para que as crianças tenham uma saúde bucal adequada, contribuindo com a  qualidade de vida, autoestima e zero cárie”, orienta a odontopediatra Renata Molina.

Principais dicas de cuidado com a saúde bucal infantil

As crianças devem usar o fio dental. Sem o uso do fio dental, aumenta o risco de acúmulo de placa bacteriana e consequentemente do surgimento da cárie.

Escovação com creme dental fluoretado no mínimo 2 a 3 vezes ao dia. Escovação noturna é a mais importante do dia, pois enquanto dormimos acontece uma redução do fluxo salivar, a acidez da boca aumenta e cresce também o risco para o desenvolvimento de doenças bucais.

Tanto a escovação quanto o uso do fio dental devem ser realizados pelos pais ou responsável da criança até ela completar 8 anos.

Uma dieta balanceada sem alto consumo de alimentos ricos em açúcar também é importante para evitar as lesões de cárie.

E, claro, visita ao dentista no mínimo de 6 em 6 meses, ou de acordo com a orientação do profissional que acompanha a criança.

Assista ao vídeo com as dicas de Larissa Neves Rossi, odontopediatra, e Gabrielle Sousa, cirurgiã dentista, ambas da Associação Israelita Fortunée de Picciotto.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade