0

Saiba como funciona a gordura que "derrete" quilos no corpo

  • separator
  • 0
  • comentários

O número de pessoas obesas tem crescido no mundo todo - com maiores consequências à saúde seguindo o rastro. Devido ao excesso de comida industrializada e à falta de exercícios físicos (além de fatores genéticos), os riscos de pessoas com sobrepeso morrerem de doenças cardíacas e diabéticas seguem aumentando também. Pesquisadores da Universidade de Bonn encontraram sinais que podem aumentar a queima de gordura no corpo e reduzir os problemas com a obesidade.

Pesquisadores encontraram sinais que podem aumentar a queima de gordura no corpo e reduzir os problemas com a obesidade
Pesquisadores encontraram sinais que podem aumentar a queima de gordura no corpo e reduzir os problemas com a obesidade
Foto: Getty Images

Está acima do peso? Calcule aqui seu IMC

Saiba quantas calorias tem cada alimento

Veja quantas calorias consomem cada atividade do seu dia a dia

 
"A reserva de gordura do corpo é usada como um lugar para guardar energia para a sobrevivência em tempos 'magros'", diz o professor Dr. Alexander Pfeifer, diretor do Instituto de Farmacologia e Toxicologia da Universidade de Bonn, na Alemanha. "Mas, hoje em dia, poucas pessoas nos países industrializados estão sujeitos a fome", continua.
 
Como muitas pessoas ingerem mais energia em sua dieta do que queimam gordura, uma pílula mágica que simplesmente faça a gordura se derreter é um sonho de muitos. Cientistas que colaboram com Pfeifer, também da Universidade de Bonn, em conjunto com o Instituo de Bioquímica Max Planck em Martinsried, no mesmo país, descobriram um caminho no metabolismo dos ratos que é capaz de impulsionar a queima de gordura dentro do corpo dos roedores.
 
Os tipos de gordura
"A ciência distingue três tipos diferentes de gordura", conta Pfeifer. A gordura branca é usada para armazenar energia e é encontrada nas "partes problemáticas" do corpo de pessoas com sobrepeso. "As células da gordura marrom, no entanto, são usadas como uma espécie de unidade de aquecimento", diz o pesquisador. "Em bebês, essas células asseguram que eles não percam muito calor." Já nos adultos sobram poucas células da gordura marrom, exceto por pequenas áreas do corpo como pescoço e espinha. A terceira categoria - a chamada "gordura bege" - é a grande aposta dos pesquisadores quando o assunto é emagrecimento. "Assim como as células da gordura marrom, que são eficientes na transformação da energia da comida em calor, elas podem ser formadas a partir da indesejada gordura branca, explica Pfeifer.
 
Como a gordura branca pode ser transformada em bege?
 
O grupo de pesquisadores se concentrou em como tornar possível a transformação das células de gordura branca em células da bege. "Era necessário encontrar uma maneira de tornar marrom a gordura branca - claro, não em uma frigideira, mas diretamente no corpo", resume o pesquisador da Universidade de Bonn. Em um estudo publicado em 2009, os estudiosos do grupo de Pfeifer descobriram que a gordura marrom precisa de um neurotransmissor chamado "cGMP". De acordo com as novas descobertas, o mesmo acontece com a gordura bege. Os pesquisadores verificaram nos ratos de onde o cGMP vem e como ele é regulado. 
 
Os estudos mostraram que uma fosfoproteína (chamada VASP) tem um importante papel nesse mecanismo, agindo como um um sinal que direciona para a diminuição da velocidade da formação das células de gordura marrom e bege. "Por isso, os ratos em que o gene formador da fosfoproteína foi desativado têm mais gorduras marrom e bege ativas", explica Pfeifer. "Esses animais são magros e dissipam mais energia", conclui. 
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade