PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Personal revela 4 segredos para não desistir da academia

A constância é o que garante uma vida física satisfatória

21 nov 2023 - 10h01
(atualizado às 18h17)
Compartilhar
Exibir comentários

Atribui a sua inatividade física por conta de uma série de compromissos profissionais pessoais? Saiba que isso não é desculpa! Nesse sentido, o personal trainer da Bio Ritmo Academia Guilherme de Almeida Leme vai dar quatro dicas para não desistir de sair do sedentarismo.

Não desistir de sair do sedentarismo - Shutterstock
Não desistir de sair do sedentarismo - Shutterstock
Foto: Sport Life

As quatro ajudas para não desistir de sair do sedentarismo

Início com cautela

Para quem está começando, é importante não exagerar. Comece com atividades físicas de menor intensidade e vá aumentando gradualmente à medida que seu corpo se acostuma com o exercício. Nessas horas, é muito importante também ter um acompanhamento profissional médico e preparador físico para saber o que você está apto ou não a fazer.

Metas realistas

Para quem está começando a fazer exercício físico, é também um momento de autoconhecimento, saber suas limitações, forças e entender que tudo é um processo e você vai alcançar crescimento. É preciso consistência, foco e por isso colocar a atividade física na rotina é o ideal.

Alongamento

O alongamento permite aquecer o corpo e prepará-lo para o esforço físico, o que aumenta a circulação sanguínea. Além disso, um bom aquecimento diminui o risco de lesões musculares e melhora o desempenho durante o exercício, pois o corpo já está mais preparado para responder a atividades mais intensas. Uma dica é que nenhum alongamento deve causar dor. Não precisa exagerar. Alongue-se de forma leve, mantenha cada posição por 15 ou 30 segundos e respirando profundamente para relaxar os músculos.

Combine exercícios

Combinar exercícios aeróbicos com exercícios de resistência é uma ótima estratégia para quem está começando. Os exercícios aeróbicos, como corrida, dança e natação, ajudam na saúde cardiovascular, aumentam a capacidade pulmonar e auxiliam no controle de peso. Já os exercícios de resistência contribuem na melhora da força muscular, metabolismo, no equilíbrio e coordenação. Quando combinamos esses dois tipos de exercícios conseguimos trabalhar todo o corpo, o que apresenta uma melhora geral.

Fonte: Guilherme Almeida Leme, personal trainer da Bio Ritmo Academia

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade