0

Será que água com gás faz mal? A ciência responde

Uma opção para variar o consumo é aromatizar a água com hortelã ou gengibre

17 out 2015
12h35
atualizado às 12h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Indispensável para o bom funcionamento do organismo, a água é fonte de vida e deve ser consumida diariamente. O que poucos comentam, no entanto, são os possíveis benefícios do hábito de beber água com gás. Ou será que ela faz mal?

Siga Terra Estilo no Twitter

Resultado do processo de gaseificação, em que é acrescido dióxido de carbono, a água gaseificada é a opção de muitas pessoas para matar a sede. Ela também é um dos ingredientes básicos para o preparo de refrigerantes caseiros, drinques e outras opções refrescantes.

A água gaseificada mantém os mesmos benefícios da natural
A água gaseificada mantém os mesmos benefícios da natural
Foto: iStock

Vantagens da água com gás

Optar por água com gás não é uma escolha prejudicial. Ela mantém os mesmos benefícios da opção não gaseificada. “ Os nutrientes presentes na água mineral com gás e os da sem gás são os mesmos. Ambas não possuem calorias”, destaca a nutricionista Giovanna Stefani.

Para quem enfrenta aquela sensação de inchaço após o almoço, a bebida pode se tornar uma alternativa aos remédios para azia e má digestão. “Em casos de indigestão, a água com gás pode até ajudar, já que faz arrotar, aliviando a pressão no abdômen”, afirma a especialista. Ainda assim, ela deve ser consumida com mais cuidado por quem tem problemas gastrointestinais: “Em excesso, pode irritar a mucosa do estômago”.

Cientistas do mundo inteiro vêm comprovando os benefícios da água com gás. Pesquisadores da Universidade de Hyogo, no Japão, identificaram o poder de saciedade assegurado pela bebida. De acordo com os dados obtidos, o consumo em jejum garante a liberação de gases. Com a dilatação do estômago, isso diminui a vontade de comer além do necessário.

Já na Grã-Bretanha, cientistas verificaram os poderes do líquido no tratamento da gastroenterite aguda infantil. Foi constatado que a bebida contém menores índices de sódio e potássio, quando comparada aos sais de reidratação vendidos em farmácias. Assim, a água gaseificada se torna uma boa opção para crianças em quadro de desidratação.

Beba água sempre

Consumir água é uma regra. Para não exagerar - e até variar um pouco o cardápio -, você pode intercalar copos de água gaseificada e da versão natural ao longo do dia. Se quiser, aposte na aromatização. “A água com gás pode ser substituta de refrigerantes. Uma boa dica é aromatizar a água com, por exemplo, hortelã, limão, raspas de laranja ou gengibre”, lembra a nutricionista.

É preciso beber cerca de dois litros por dia, conforme as necessidades do organismo da pessoa. Se você tem dificuldade para bater a meta diária, pode recorrer à tecnologia. “Hoje já existem aplicativos para o celular que emitem avisos na hora de beber água, assim evitamos esquecimentos”, indica Giovanna.

 

Vivo Mais Saudável Vivo Mais Saudável, informação que faz bem.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade