PUBLICIDADE

Mulheres preferem banhos mais quentes do que os homens e há um motivo científico para isso

Debate começou com homens que afirmam que suas parceiras aumentam a temperatura “até quase cozinhar” na hora do banho

14 jun 2024 - 13h14
Compartilhar
Exibir comentários
Médico explica que as mulheres têm naturalmente uma temperatura corporal central ligeiramente mais alta em comparação com os homens
Médico explica que as mulheres têm naturalmente uma temperatura corporal central ligeiramente mais alta em comparação com os homens
Foto: Getty Images

O debate sobre as mudanças de temperatura do chuveiro entre casais viralizou no TikTok com a grande maioria do público masculino afirmando que suas parceiras aumentam a temperatura “até quase cozinhar” na hora do banho. De acordo com o médico Sermed Mezher, de Londres, existe uma explicação científica para que mulheres escolham temperaturas altas no chuveiro. 

Em seu perfil no Instagram, Mezher explica que as mulheres têm naturalmente uma temperatura corporal central ligeiramente mais alta em comparação com os homens, o que ajuda a manter os órgãos internos quentes, mas pode levar à sensibilidade ao frio. 

Como o cérebro feminino muda com as fases da menstruação Como o cérebro feminino muda com as fases da menstruação

Essa sensibilidade pode aumentar nos ciclos menstruais, especialmente durante a ovulação e no final do ciclo. Além disso, o médico conta que, em média, as mulheres têm uma percentagem de gordura corporal entre 6 a 11% mais elevada e os homens têm mais músculo esquelético, conhecido como “órgão termogênico”.

“Sabemos que as mulheres têm cinco vezes mais probabilidades de sofrer do fenômeno de Raynaud, que pode causar espasmos dos vasos sanguíneos das mãos e dos pés. Mas mesmo sem isso, as mulheres ficam em média 3 graus mais frias nas mãos e nos pés devido ao estrogênio que engrossa o sangue, o que pode dificultar seu fluxo”, afirmou Mezher.

Banho de floresta, a terapia japonesa que reduz o estresse Banho de floresta, a terapia japonesa que reduz o estresse

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade