0

Gripe: causas, prevenção e tratamento contra a doença

16 abr 2019
06h40
  • separator
  • 0
  • comentários

Com sintomas muitos parecidos com os de um resfriado, a gripe é provocada pelo vírus influenza. Ela costuma elevar muito mais a temperatura corporal do paciente. É importante não subestimar a doença. Acredite: ela pode trazer consequência graves. Por isso, a melhor forma de prevenir é vacinar.

Com início no último dia 10, a campanha nacional de vacinação segue até 31 de maio em todo o País. O objetivo do Ministério da Saúde é vacinar 58,6 milhões de pessoas. Para isso, 63,7 milhões de doses da vacina foram enviadas aos estados. Grupos considerados mais vulneráveis, crianças menores de 6 anos e gestantes têm prioridade até o dia 18 de abril.

Causas

Causada pelo vírus influenza, a gripe é transmitida por meio de partículas aéreas através da tosse ou espirro, por exemplo. Dessa forma, ambientes fechados, com grande aglomeração de pessoas e pouca circulação de ar se transformam em um cenário perfeito para a proliferação da doença.

De acordo com números do Ministério da Saúde, 255 casos de influenza foram registrados em todo o país até o dia 23 de março, com 55 óbitos. Por apresentar a maior circulação do vírus até o momento, o estado do Amazonas teve a campanha de vacinação antecipada.

Sintomas

Dores de garganta, cabeça, muscular são frequentes, além da tosse seca e coriza. Mesmo após o desaparecimento da febre alta, os sintomas costumam persistir por até 5 dias. Casos mais graves provocam pneumonia e, até mesmo, levam a morte. Por isso a importância da vacinação.

Tratamento

O protocolo de tratamento de influenza desenvolvido pelo Ministério da Saúde indica o uso do antiviral fosfato de oseltamivir para os casos de síndrome respiratória aguda grave e de síndrome gripal. Após o início dos sintomas, o tratamento deve ser realizado nas primeiras 48 horas preferencialmente.

Diferenças

Congestão nasal, tosse e dores no corpo e na garganta. Apesar de alguns sintomas provocarem a confusão, o resfriado é causado por um vírus diferente. A doença apresenta sintomas mais moderados. Quando presente, a febre costuma ser mais baixa. O tempo de duração da doença também é menor, podendo durar até 4 dias.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade