PUBLICIDADE

Gripe aviária: americano é contaminado após contato com gado doente

O vírus da gripe identificado nas vacas leiteiras e também no paciente do Texas é a mesma versão do H5N1, um subtipo de influenza, que circula em aves norte-americanas

1 abr 2024 - 18h12
Compartilhar
Exibir comentários

Segundo informações divulgadas pelas autoridades estadunidenses, uma pessoa contraiu gripe aviária após contato com vacas leiteiras supostamente infectadas, no Texas. Porém, não há sinais de que o vírus tenha evoluído a ponto de se dispersar com maior facilidade entre humanos.

É o segundo caso de H5N1 no país
É o segundo caso de H5N1 no país
Foto: Vinícius Schmidt/Metrópoles / Perfil Brasil

O vírus identificado nas vacas leiteiras e no paciente do Texas é a mesma versão do H5N1, um subtipo de influenza, que circula em aves norte-americanas. Este já afetou outros animais bem como mamíferos marinhos ao redor do mundo.

De acordo com os dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC), o principal sintoma identificado no paciente foi conjuntivite. O americano está sendo tratado com antiviral e se recuperando. O CDC está trabalhando juntamente com os departamentos de saúde dos EUA para monitorar pessoas que tiveram contato com animais e aves infectados.

Este é o segundo caso de gripe aviária H5N1 em pessoas nos Estados Unidos. O primeiro, registrado em 2022, acometeu um presidiário que matava aves infectadas em uma granja no condado de Montrose, Colorado. Seu único sintoma foi fadiga e ele se recuperou.

O que é a gripe aviária?

A gripe aviária é um grupo de vírus da gripe adaptados principalmente às aves. A cepa específica destes novos casos, denominada H5N1, foi identificada pela primeira vez em 1996 em gansos na China e em pessoas em Hong Kong em 1997.

Todavia, em 2020, uma nova forma altamente patogênica de H5N1 surgiu na Europa e espalhou-se rapidamente por todo o mundo. Nos Estados Unidos, afetou mais de 82 milhões de aves de criação, o pior surto de gripe aviária na história do país.

Em maio de 2023, o Ministério da Agricultura e Pecuária declarou estado de emergência zoossanitária em todo o território nacional em função de casos de gripe aviária detectados em aves silvestres. Nesse sentido, em julho, o Japão ajustou o protocolo de suspensão de importação de frango e ovos produzidos no Brasil. A restrição foi aplicada apenas aos municípios onde houve a detecção de focos da doença. Entretanto, nenhum brasileiro contraiu a gripe.

*texto sob supervisão de Tomaz Belluomini

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade