PUBLICIDADE

Ganhou muitos ovos de Páscoa? Saiba como armazenar os chocolates

A forma como o chocolate é armazenado pode influenciar na qualidade do produto e, consequentemente, na saúde

1 abr 2024 - 16h57
Compartilhar
Exibir comentários

O domingo de Páscoa já passou e você ainda não faz ideia de onde guardar tanto chocolate? Assim como qualquer alimento perecível, os ovos de chocolate têm data de validade e modo de armazenamento que merecem atenção, principalmente quando se trata de opções caseiras.

Nutricionista orienta a melhor forma de guardar os chocolates em casa
Nutricionista orienta a melhor forma de guardar os chocolates em casa
Foto: chandlervid85/Freepik / Boa Forma

Por esse motivo, especialistas em segurança alimentar e nutricionistas ressaltam a importância de seguir cuidadosamente as orientações de consumo para garantir que o produto não faça mal à saúde.

Como armazenar e consumir chocolate dos ovos de Páscoa

De acordo com a nutricionista e professora do curso de Nutrição da Uniderp, Luiza Camargo, apesar de parecer inofensivo, o chocolate fora do prazo de validade pode provocar sérios danos ao organismo, principalmente quando se trata de produtos que contêm frutas na receita, entre outros componentes frescos.

"Na hora da compra, é indispensável verificar a validade e, se a escolha for aqueles deliciosos e recheados ovos caseiros, vale confirmar a data de validade, já que o local em que é armazenado faz total diferença para a durabilidade do alimento", aponta a profissional.

"Esses recheados podem durar de 1 a 3 dias na geladeira se tiverem frutas na receita. Já os recheios com geleia ou ganache tendem a durar cerca de 8 dias. Para manter o aroma e o sabor, armazenar em potes com tampa evita que se misture com outros cheiros e sabores da geladeira, por exemplo", completa.

Além disso, uma vez adquiridos, os ovos de Páscoa devem ser armazenados corretamente.

Segundo Luiza, o recomendado é mantê-los em local fresco e seco, longe da luz solar direta e de fontes de calor. "Evite armazená-los em locais onde possam entrar em contato com alimentos crus ou perecíveis, pois isso pode aumentar os riscos de contaminação", finaliza a profissional.

Boa Forma
Compartilhar
Publicidade
Publicidade