PUBLICIDADE

Unha amarelada de Chris Pratt pode ser sinal de infecção; saiba mais

Dermatologista explica possíveis causas para a deformação nas unhas do pé do ator de Hollywood

8 mai 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
À esquerda, o dedo de Chris Pratt; a direita, uma foto do ator
À esquerda, o dedo de Chris Pratt; a direita, uma foto do ator
Foto: Reprodução/ Instagram @prattprattpratt

Uma foto de Chris Pratt virou assunto dentro e fora das redes sociais, e não pelo talento do ator, seu senso de humor ou sua beleza. O destaque na imagem é um dedo do pé, que aparece amarelado, com ranhuras verticais e aparência áspera.

"Met Gala Look", brincou o protagonista da trilogia "Guardiões da Galáxia", em referência ao tradicional evento de moda que ocorreu nos Estados Unidos na última segunda-feira (1º).

Apesar da brincadeira, a imagem inspira cuidados. Segundo o dermatologista Lucas Miranda, o problema na unha de Pratt parece se tratar de uma infecção fúngica nas unhas, chamada de onicomicose.

"A onicomicose é uma infecção comum das unhas dos pés e mãos que pode causar uma variedade de sintomas, incluindo descoloração, engrossamento, deformidade, descamação e odor", explica o médico, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, em entrevista ao Terra.

De acordo com Miranda, há outras possibilidades para o problema, como psoríase, eczemas, deficiência de vitaminas ou minerais e até distúrbios da tireóide. Mas a presença das ranhuras verticais na unha é mais comumente associada à onicomicose.

Diante da suspeita, o recomendado é sempre consultar um dermatologista para obter um diagnóstico adequado. O tratamento pode incluir medicamentos antifúngicos tópicos ou orais. O médico afirma ainda que, em casos mais graves, se considera a remoção cirúrgica da unha afetada.

O que fazer para manter as unhas saudáveis?

Como a onicomicose é apenas uma das diversas doenças que podem atingir as unhas, a recomendação básica para prevenir problemas é sempre mantê-las higienizadas, secas e aparadas. Isso porque o acúmulo de umidade e sujeira pode favorecer o aparecimento de fungos, bactérias e outras doenças.

"Além disso, [deve-se] evitar remover a cutícula com alicates. Atualmente já existem cremes específicos para a hidratação das cutículas e que podem ajudar a reduzir o volume que causa incômodo sem a necessidade da remoção com alicate. Esse tipo de remoção retira parte da proteção das unhas, além de favorecer a entrada de microrganismos, uma vez que costuma gerar feridas", alerta Miranda.

Outra dica do médico - essa para os pés, de modo geral - é o uso de talco específico quando sair de sapatos fechados. Manter os calçados limpos e arejados também ajuda a combater os microrganismos. 

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade